BRASIL . SANTA CATARINA . FLORIANÓPOLIS . Majestic Palace Hotel – Próximo De Tudo De Que Você Precisa.

IMAGEM DESTACADA – Avenida Beira-Mar Norte vista de um dos quartos do quinto andar.

Já nos hospedamos algumas vezes no Majestic por tratar-se, principalmente, de hotel muito bem localizado na Ilha de Santa Catarina. 
Caso você queira fazer sua caminhada, basta atravessar a Av. Beira-Mar. Caso esteja com vontade de fazer compras, ou não deseje almoçar e/ou jantar no hotel, o Beiramar Shopping fica em frente – está repleto de restaurantes, e nem todos são fast-food.

Atenção! No dia em que embarcamos para a Argentina, logo que nos viu saindo do hotel um funcionário aproximou-se e nos perguntou se aceitaríamos a indicação de um motorista (carro comum) para nos levar ao aeroporto. Como o preço da corrida era bem convidativo, aceitamos.
Vinte dias após, ao sairmos novamente do hotel com malas, a cena se repetiu. Só que desta vez houve uma grande diferença: o preço do transfer para o aeroporto foi bastante salgado.
Qual a “técnica”? Pegam suas bagagens, colocam-nas dentro da mala do carro, e só depois atiram o preço na sua testa.
Como nunca estou preparada para todos os tipos de malandragem, entramos no carro e seguimos.

Essa turma não pode ver u’a mala! Já têm seus planos de ataque e não bobeiam como nós!… Ora, da mesma maneira que bancou o esperto, também poderíamos lhe dar o troco e solicitar a retirada das bagagens do porta-malas, e depois pegarmos um taxi comum; é ou não é? Em resumo: fomos atropelados por esse golpe, tivemos como reagir, mas ficamos estáticos… e depois quase me açoito por conta dessa bobeira. Baaaaaaaahhhhhhh!!!

Voltando à vaca fria: os quartos são tão espaçosos que o hóspede/ mala fica em dúvida: – Onde-vou-colocar-minha-mala? Daí vira-se para o acompanhante e pergunta: – Você vai colocar a sua aonde? Antes que a vítima abra a boca prá responder, o(a) hóspede/mala vai logo dizendo: – Não, porque eu preciso saber onde você vai colocar a sua, que é prá eu saber onde vou colocar a minha… Esse tipo existe. Pode crer.

Continuando: armário excelente, frigobar, cofre, telefone no banheiro e uma bancada enorme, com cadeira, onde fica a TV.
O café da manhã é outra dúvida para os indecisos: – O que vou comer primeiro? É um exagero!

O restaurante funciona na base do cardápio tanto para almoço quanto para o jantar. E mais: há pratos para duas pessoas que servem até três, com fartura! Portanto, é bom ficar atento. Viajante tem que ser esperto em tudo que é lugar, para depois não ficar chorando suas pitangas na internet. Pior: servir de experiência para passar para o leitor em um blog de viagens.

Resumindo: vai fundo que o hotel é bom, e oferece preços especiais em determinadas épocas do ano. Novembro é uma delas.


Espaços para bagagens superam quaisquer expectativas e mesmo assim há quem tenha dúvidas.


“Da janela vê-se o …” Beiramar Shopping. Pertinho, assim.


Há acomodações com ou sem varanda. Honestamente? Só aceitamos por conta daquela oferta a respeito da qual escrevi lá em cima. Esqueça a pequena varanda se pensou que dá prá secar uma roupinha.

O espaço da sobreloja é ocupado por uma confortável cafeteria de onde…


…vislumbra-se parte da Av. Beira-Mar e ainda o hall de entrada do hotel.

À esquerda das mesas e cadeiras que aparecem na foto abaixo, ficam os computadores à disposição dos hóspedes, além de mais mesas e cadeiras. Quem viaja por conta própria é que valoriza a importância desses computadores.

Há bons hotéis que não se preocupam com esse tipo de serviço e acabam complicando a vida do hóspede que não entende nada de internet.
Para quem dispõe de um celular jurássico como o meu, tem que solicitar, na recepção, permissão para incluir o e.mail do hotel no site da empresa aérea onde você adquiriu seus bilhetes. Na recepção recebem os bilhetes e os imprimem para os hóspedes. É assim se consegue fazer o check-in.

Os banheiros dos quartos em que já nos hospedamos são bem amplos e municiados com touca de banho, bom estoque de sabonetes, shampoos e papéis sanitários.

Sem a menor dúvida, trata-se de um dos melhores hotéis de Florianópolis. Em localização, é imbatível.
E se você quiser se aventurar e passar as festas natalinas na cidade, o Majestic é excelente opção. Clique no link e saiba o porquê.
Por outro lado…, caso não esteja de carro, é bom alugar um e se preparar para enfrentar trânsito porque a cidade costuma ficar lotada por conta das praias. Novembro é baixa temporada. Agora, em Dezembro, Janeiro e Fevereiro, o movimento é forte.

Cá prá nós, a melhor época para curtir a ilha é quando começam as aulas. Os turistas que têm filhos voltam prá casa, a ilha esvazia, e aí sim, até os ilhéus podem curtir o Verão com tranquilidade.
Hotéis e restaurantes estão mais vazios, preços mais convidativos, atendimentos melhores em tudo que é lugar, locomoção mais fácil. Pode confiar!

“Viajar não é despesa, é investimento.”
(malasdeaventura.com)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *