Praça Garibaldi, Uma Atração à Parte. Nice, França.


Roteiro: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; L’Isle-Sur-La-Sorgue; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

Obs: clique duas vezes na luvinha para ver a imagem aumentada. 

MEU PRIMEIRO CONTATO COM A PRAÇA:

Quando saltei do tramway (Rio de Janeiro está ganhando tramway) e me vi em meio à Praça Garibaldi, imaginei como deve ser um mineirinho que pela primeira vez vê o mar.

A impressão que tive é a de que a praça, que já se destaca por suas dimensões e luminosidade, mais ensolarada ficou com a cor amarela emprestada pelos prédios que a cercam.
Outro pormenor: à certa distância, não me dei conta de que frontões, frisos e balaústres que adornam janelas e varandas eram pinturas executadas com a técnica “Trompe l’Oleil” , tamanha a perfeição do trabalho.
À medida que fui me aproximando de uma das paredes daqueles prédios é que percebi que estava cercada por um painel artístico imenso e mais maravilhada fiquei.
Tive a sorte de encontrar um Café localizado em um dos cantos da praça e ali me aboletei com o único intuito de observar longamente aquela obra prima. Não parava de olhar para cima. Deixei meu café esfriar, tomei-o em poucos goles como quem bebe um trago de cachaça, pedi licença a M. Morlaix, levantei-me e fui me colar nas paredes.
A denúncia da técnica deveu-se à pintura dos balaústres, mas mesmo assim continuei colocando em dúvida se os frontões, molduras das janelas e balcões continham relevos ou não.
Saí de lá pensativa e me perguntando: quem teria feito esse projeto? Quando fizeram a reforma e quanto tempo foi necessário para concluí-la? E a pintura, ficou a cargo de quem?
Embora cutucasse muito a internet, não encontrei qualquer comentário alusivo à obra. Foi aí que me veio à lembrança um site específico de viagens. Comecei pesquisando pelo nome de Garibaldi e acabei descobrindo em uma página, uma caixa de diálogo em que poderia perguntar a respeito de qualquer assunto (referente a turismo, obviamente), e lancei a pergunta. Horas depois fui presenteada por brasileiro morador de Nice, super gentil. Um jovem que se identificou como RTHIAGO, a quem agradeço penhoradamente pelas preciosas informações.

Assim ele escreveu:

“Olá Marilia G.

Você acabou me deixando curioso, a praça é linda porém eu também não sabia quando foi pintada e por quem etc…
Acabei encontrando um artigo SUPER interessante, entretanto está em frances. Eu não sei se você têm o domínio da lingua, se tiver está perfeito, se não tiver me avise que eu traduzo pra vc.
Espero ter ajudado !”

E como ajudou, Thiago! Como ajudou!

Como não aprecio as traduções dos programas encontrados na internet – sempre muito literais e por isso confusas -, traduzi o texto eu mesma, adaptando uma palavra aqui e outra ali para nosso idioma.

“Esta reforma compreende:

– a restauração das fachadas com a restituição das pinturas decorativas;
– a restauração das galerias;
– o retorno das ruas que fazem parte da praça, que estão englobados no projeto;
– a Capela do Santo-Sepulcro, classificada com Monumento Histórico;
– as persianas e janelas.
Os rebocos foram inteiramente retirados com picaretas até aparecer o fundo (a estrutura do prédio), para então serem refeitos com areia e cal.
As janelas, que haviam sido trocadas recentemente e que não eram mais no modelo em madeira dos séculos XVIII e XIX, foram trocadas para o padrão atual, indicados pelo Departamento de Construções Civis da França.
Certos condomínios aproveitaram-se da obra para instalar esse tipo de janela em todos os vãos (números 1 e 2 por exemplo).
As canaletas e calhas foram refeitas em cobre. Sete balcões (varandas), que haviam sido acrescentados em torno de 1900, foram retirados.

“A restauração das fachadas da Praça Garibaldi permitiu, assim, devolver à este lugar real toda sua característica, sua personalidade. A única praça na Europa decorada em Trompe l’Oeil em suas quatro fachadas é a Praça Garibaldi.
Graças ao projeto desenhado pelo Departamento de Arquitetura da Cidade, baseando-se em desenhos originais conservados pelos arquivos de Turim e fotografias tiradas de 1860 à 1910, a Praça Garibaldi reencontrou então sua aparência histórica (formas, decorações históricas).

CALENDÁRIO:

Início dos trabalhos: Verão de 2010.
Final dos trabalhos: Fevereiro de 2012.
Inauguração: Sábado, 24 de março de 2012.
Os trabalhos foram realizados por partes (“fatias”), em comum acordo com cada condomínio.
“Tratando-se de obras privadas, a cidade não tem a faculdade de impor ordem nas obras”

“Em se tratando de obra privada, a Prefeitura não tem como se impor nessas reformas”.

N.B.: 60% de um total de 1.400.000 Euros empregados na restauração da praça, foram financiados pela Prefeitura da cidade. Vinte pintores trabalharam ao ar livre em 6.500m² de fachada.

Mais informações a respeito da praça, clique aqui.

Talvez por sua imensa área descoberta, a Praça Garibaldi me lembra liberdade, nudez, acolhimento.
Sinto a praça como um lugar sem preconceitos. Como se abrisse longos braços – se os tivesse – e nos envolvesse num grande e caloroso abraço.
Para saber quem foi Garibaldi, bravo guerreiro que desposou uma brasileira de nome Anita, clique aqui.

E as informações que me foram passadas por RTHIAGO você poderá encontrar pesquisando no Google por: Inauguration des façades de la place Garibaldi à Nice, meu “Abre-te Césamo”.

Valeu, THIAGO!

Imagem_GoogleEarth
Praça Garibaldi em processo de restauração. Foi construída entre 1782 e 1792.

*****

P1080925 (1024x1003)
Praça Garibaldi.

*****

P1040471 (768x1024)
Alguém é capaz de dizer que estes frontões e balaustres não passam de pintura?

*****

P1040470 (1024x762)
Praça Garibaldi – a única da Europa cujos prédios foram trabalhados em Trompe l’Oeil em sua totalidade.

*****

P1040469 (1024x1019)
Vista parcial da praça.

*****

P1040468 (757x1024)
Até a sombra parece verdadeira.

*****

P1040466 (800x600)
Dúvida Cruel: há ou não há relevo ao redor das janelas?

*****

P1040465 (600x800)
O canto da praça onde dei vazão à minha curiosidade.

*****

img186 (2)

 

6 comentários em “Praça Garibaldi, Uma Atração à Parte. Nice, França.”

    1. Rosinha, tive a maior sorte em encontrar um brasileiro residente em Nice, que muito me ajudou na composição desta nova postagem a respeito da Praça Garibaldi que amo de paixão. É linda!
      Bjks o obrigada pela presença.

      Curtir

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s