Paris – De Babel a Eiffel. O que as torres têm em comum?


Foto em Destaque: Tour Eiffel.

*****

Roteiro elaborado por Anaté Merger para a Provence: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

*****

Em princípio, nada. Mas se analisarmos direitinho, lááá no fundo acho que têm algo a ver.

O MITO TORRE DE BABEL:

O resumo da história que justifica o porquê de falarmos vários idiomas prende-se à desobediência dos descendentes de Noé. Segundo o Gênesis (nada a ver com o conjunto de rock), os homens formavam um só povo e falavam uma só língua. Já começa por aí. A ordem  não era para crescer e multiplicar? Não era para povoar a terra? Então o povo babilônico não tinha nada que se agrupar na Mesopotâmia… Mas se agruparam, e o pior foi o seguinte: resolveram construir uma cidade e erguer uma torre que alcançasse o céu. Politeístas, queriam chegar aos deuses de qualquer jeito, mas essa idéia não foi lá muito boa. Não-pres-tou.

O flagra atiçou a ira dos deuses e ouviu-se uma voz retumbante: “PAAA-ROU!

O CASTIGO:

Óóói!…, mandaram lá de cima uma ventania tão poderosa, mas tão poderosa, que derrubou parte da tal torre. E mais: cada um começou a falar uma língua diferente da outra, a moçada começou a não se entender, a obra ficou parada como acontece até nos dias de hoje, todos se dispersaram e instaurou-se a “confusão” – significado da palavra Babel.

A VEZ DA TORRE FRANCESA:

Mas aí você me pergunta: – O que que isso tem a ver com a Tour Eiffel?
Vamos lá: a torre francesa serviu de arco de entrada para uma exposição denominada Exposição Universal – período compreendido entre 06 de maio e 31 de outubro de 1889 -, cujo objetivo era comemorar o centenário da Revolução Francesa (1789). Até aqui nada a ver.

Templos maias, pagodes chineses, pavilhões indianos, mesquitas e até palácios fizeram parte desta atraente mostra, sendo a Tour Eiffel o grande destaque.
Para início de conversa, foi o monumento mais alto do mundo até 1930, quando foi desbancado pelo Edifício Chrysler de Nova Iorque, 5 metros mais alto  (a Tour Eiffel possui 324 m).
Mesmo assim, só bem mais tarde, em 2004, é que a torre perdeu o posto de edifício mais alto da França para o Viaduto Millau: 342 m em seu pilar mais alto.
Continua não tendo nada a ver, mas espere.
Em 1909, quando expirou o prazo para sua exploração, a torre seria demolida. Felizmente, alguém teve a feliz idéia de o monumento ser aproveitado como antena de rádio e ele está lá até agora para o bem de todos e felicidade geral dos turistas.

Lá pelas tantas… aquela voz retumbante, lembra?, voltou à cena e disse:
– DIGA AO POVO QUE A TORRE FICA.
Foi justamente o contrário do que os deuses fizeram com aquela outra que voou pelos ares. Olhem só a diferença!!!
Essa decisão me lembrou o Dia do Fico, só que em versão francesa, muito mais chic.

O ENGENHEIRO EIFFEL:

O engenheiro Alexandre Gustave Eiffel nasceu em 15 de dezembro de 1832 em Dijon.
Sagitariano, era criativo e inteligentíssimo como todo mortal que têm a sorte de nascer sob a égide do maior deus do Olimpo: Zeus!
Era bonito, chiquérrimo (a começar pela cidade onde nasceu) e rico. Um partidão, diga-se de passagem. Faleceu aos 91 anos de idade.

Eiffel também se envolveu na construção da Estátua da Liberdade, inaugurada em 1886 – um presente da França para os EEUU -, e deixou importante legado em Portugal, país que escolheu para viver. Mais precisamente, foi habitante da cidade de Barcelinhos.
A ponte Maria Pia, que permitiu a ligação ferroviária entre as cidades do Porto e Lisboa, foi concebida e construída por sua empresa. O engenheiro não era fraco…

Eiffel não teve intenção de chegar ao céu ao construir o monumento mais alto do mundo naquela época, mas proporciona essa viagem, essa sensação a seus visitantes.

Para quem não sabe, ele mantinha um apartamento no alto da torre – o luxo dos luxos. Também, pudera.

P1050888 (838x1024)
O apartamento mobiliado que Eiffel mantinha no alto da torre.

*****

Estima-se que mais de 244 milhões de pessoas já acessaram a torre desde sua inauguração.  Para você ter uma idéia, só em 2011 mais de 7 milhões a visitaram.

1889 – A BABEL COMEÇA AQUI: De Búffalo Bill e Sarah Bernardt à Sua Alteza Real O Príncipe de Galles.

Do famoso caçador de bisões à Rainha Isabelle II da Espanha, em 1889 a torre recebeu visitantes ilustres tais quais o Príncipe de Gales, o Rei da Grécia George I, o Xá da Pérsia Nasser Eddin, o Tzarevich Nicolas II, o Príncipe da Tunísia Taieb Bey, a atriz francesa Sarah Bernahard e, não poderia faltar por motivos óbvios, o Presidente da República Francesa Sadi Carnot.

*****

P1050893 (841x1024)
Visitantes de 1889: De Búffallo Bill à Rainha Isabelle II da Espanha, passando pelos nobres: Xá da Pérsia, Rei de Nallous e Tzarevich Nicolas II.

*****

P1050895 (796x1024)
Um rei, dois príncipes, uma atriz  e um presidente francês foram personalidades que visitaram a Tour Eiffel em 1889.

*****

Pessoas vindas de diversas partes do planeta encontram-se nas filas e em seus elevadores.
Podem não se entender, é verdade, a não ser pela linguagem universal da mímica, de um sorriso desenhado no rosto, ou da felicidade que os olhos não conseguem ocultar.

Essa é a Babel onde apesar dos diversos idiomas, todos acabam falando a mesma língua.

*****

P1050889 (1024x760)
Pallais de Chaillot e Jardins du Trocadéro.

*****

P1050890 (1024x768)
La Défense.

*****

P1050892 (1024x768)
AFAC Sport (Kung Fu Adulte et Enfant) em primeiro plano e Rio Sena.

*****

12168347_10153660450654886_2143166438_o cópia
Tour Eiffel vista do Champ de Mars (Campo de Marte), uma das maiores áreas verdes de Paris. Foi inaugurada em 31 de março de 1889.

*****

P1050894 (768x1024)
Champ de Mars (Campo de Marte) em primeiro plano. Ao fundo a Tour Montparnasse.

*****

P1050897 (1024x768)
Les Invalides – Monumento onde se encontra o túmulo de Napoleão Bonaparte.

*****

P1050900 (1024x764)
Musée du Quai Branly em primeiro plano.

*****

P1050902 (1024x768)
Arco do Triunfo.

*****

P1050905
Da esquerda para a direita: no canto, Parque du Trocadéro, onde está o aquário de Paris; Rio Senna, e parte do Museu do Cais Branly.

*****

P1050909 (1024x759)
Distâncias que alguns países estão da Torre Eiffel.

*****

P1050910 (1024x841)
Momento raríssimo! em que fiquei só no alto da torre.

*****

P1050912 (1024x766)
Acredita-se que hoje em dia a Torre Eiffel pese mais de 10 toneladas.

*****

P1050913
Mais de 300 degraus separam o térreo do primeiro andar.

*****

Em 1936, George Mandel, então Ministro dos Correios, Telégrafos e Telefones, solicita a instalação de uma antena de TV no alto do monumento.

No site da torre você encontrará muito mais informações e curiosidades, além de poder adquirir seu bilhete com bastante antecipação.
Caso você não o consiga de imediato, insista. Vá tentando seguidamente. Muitos desistem de seus bilhetes e aí você consegue comprá-lo.
A melhor hora para visitar a torre é no fim da tarde. Você verá Paris sob a luz do dia e, com o cair da noite, transformar-se naquela que conhecemos como a “Cidade Luz”.

Alex Brando, da Alex Tour Viagens, dá uma dica romântica por experiência própria: aproveite este momento que será único em sua vida e brinde com uma taça de Champanhe a linda vista da cidade e… a boa companhia.

*****

P1050898
Antena de TV instalada em 1939! na Tour Eiffel.

*****

Sabe quem leva você até Paris? A Alextour

Moderadora do blog: Rosa Cristal

img186

*****

4 opiniões sobre “Paris – De Babel a Eiffel. O que as torres têm em comum?”

  1. Tanto o texto quanto as fotos estão carregados de bom humor, conteúdo histórico e riqueza de beleza. Paris é Paris e ponto final e viajar na imaginação com Marília é genial.

    Curtir

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s