Qenqo, Cusco, Peru – Vale à pena visitá-lo?


Foto em Destaque: Entorno do sítio arqueológico em Qenqo.

Conjunto arquitetônico situado a 6 km de distância de Cusco e a 1 km de Sacsayhuamán, dedicado ao culto do Deus Puma e de Pacha Mama.

O Templo do Puma situa-se na parte inferior do estacionamento para veículos. Trata-se de uma grande rocha assentada em meio a um quadrado de terra – um canteiro, digamos assim – cercado de pedras menores.

Apesar de ter lido em revista de turismo especializado em Cusco, que a citada pedra ainda mantém o perfil do animal (?), verdade é que em nada lembra a figura de um puma após a destruição do monumento pelos doutrinadores cristãos. A bem da verdade, o formato da pedra, sob determinado ângulo, leeembra u’a miniatura de nosso Pão de Açúcar, e mesmo assim olhando-a com muita boa vontade!

Fora isso, há uma rocha maciça de calcário em uma câmara alguns centímetros abaixo do nível do terreno que muito me lembrou um trono.

Segundo estudiosos, esta pedra servia de mesa funerária onde pessoas importantes eram mumificadas, bem como de altar de sacrifícios de animais que os incas ofereciam a seus deuses.

A visita foi rápida demais e não compensou o esforço.

Coloco em dúvida se merecia ser incluída em um roteiro turístico ou se seria mais interessante visitar esses monumentos por conta própria, sem depender de alguém  que olhe para o relógio e nos lembre de que temos que ser rápidos porque “o ônibus será ocupado por outro grupo” às X horas.

Pelo que tenho pesquisado, há muito mais a ser visto nestas localidades que visitamos do que aquilo que nos foi mostrado pela Trans…… Muita coisa interessante ficou para trás, sem contar a Salina de Maras que sequer fez parte do roteiro – uma lástima.

Por essas e outras é que prefiro viajar por conta própria. Depois que você aprende a voar com suas próprias asas, fica difícil deixar-se engessar por qualquer agência de turismo por melhor que ela seja.

*****

P1120638 (1024x768)
Monumento dedicado a Puma e que, segundo pesquisas, ainda conserva o perfil (?) desse animal considerado sagrado pelos incas.
P1120643 (1024x768)
Mesa que servia para mumificação de pessoas notáveis bem como para sacrificar animais e dedicá-los aos deuses.
P1120645 (1024x768)
Levando-se em consideração a curta distância entre Cusco e os sítios arqueológicos vale à pena contratar um guia particular e visitá-los sem pressa.

*****

Moderadora: Rosa Cristal.

img186 cópia

2 opiniões sobre “Qenqo, Cusco, Peru – Vale à pena visitá-lo?”

    1. Não lhe disse, Rosa? Nenhuma lembrança! Vejo todos esses terrenos com desconfiança e muita atenção. Já ouvi barbaridades que me ofenderam. Em Pompéia, por exemplo, ouvi o guia dizer que em determinado lugar onde havia uma pedra em horizontal, com quatro círculos vazados, tratava-se de uma sorveteria!!!
      E na Turquia, logo ao adentrarmos em um sítio arqueológico de cujo nome não me recordo mais, à esquerda de quem entra havia um plateau que a guia afirmou que tratava-se da recepção de um hospital! O que fiz? Dei meia volta e desisti da visita. Isso é subestimar a inteligência de qualquer mortal. E como já ouvir absurdos demais…
      Bjks e obrigada pelo parecer.

      Curtir

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s