Elephant Parade Florianópolis – A Primeira Cidade Sul Americana a Receber a Exposição.


IMAGEM DESTACADA: Detalhe da escultura MAGIA, de Wagner Silva.

Pois é, nos mesmos moldes da COW PARADE está acontecendo a ELEPHANT PARADE em Santa Catarina e a sorteada foi Florianópolis, a primeira cidade a apresentar a mostra na America do Sul.

Movimento criado pelo holandês Mike Spits que sensibilizou-se quando uma bebê elefoa pisou em uma mina terrestre na Tailância e perdeu uma de suas patas, a mostra tem como objetivo angariar recursos para proteger elefantes das mesmas armadilhas e evitar o sofrimento de maus tratos.

Segundo noticiaram alguns jornais, a exposição já passou por 10 países. Em Florianópolis são 80 esculturas espalhadas pela cidade. O movimento começou em novembro de 2015 e vai até 08 de fevereiro de 2016.

Após este período os elefantinhos serão leiloados e parte da arrecadação será revertida para entidades filantrópicas de Florianópolis, para os artistas e projetos para preservação de elefantes.

Nada contra a iniciativa que me fez lembrar de Lady Diana, clicada centenas de vezes com crianças no colo que haviam sido vítimas da mesma situação! Estou falando em ser humano… crianças mutiladas por essas minas… Pergunto: você já ouviu falar de alguma campanha semelhante, para arrecadar fundos para proteger essas pequenas vítimas? Por que a própria Tailândia não convoca empresários com a finalidade de adotar a elefoa?

Inglaterra, Holanda, Bélgica, Alemanha, Dinamarca, Estados Unidos e Singapura já passaram pela mostra. Imagine a arrecadação! Por que não destinar uma parte desses recursos para essas crianças? O que você acha?

*****

SALVADOR DAQUI foi assinado pelos artistas: Lena Costa e Digo Tertschtisch. O trabalho em pintura tridimensional é magnífico.

DSCN1704 (1024x768)

*****

Outro trabalho lindo é de Augustin.
DSCN1701 (1024x901) DSCN1698

*****

Adorei AMOR do artista Luciano Martins.

DSCN1696 (1024x768) DSCN1695 (1004x1024)

*****

KOKOPELLI de Felipe Martini

DSCN1680 (1024x768) DSCN1678 (1024x768)

*****

NATIVO é obra de Lucas Milk

DSCN1675 (1024x950)

*****

MAGIA de Wagner Silva foi adotado por conceituada loja de decoração.

DSCN1674 (1024x768)

DSCN1671 (1024x768)

Outras esculturas estão sem os devidos e merecidos créditos e por isso não arrisquei mostrá-las. Infelizmente não encontrei placa nem assinatura nas obras.
Até um elefantinho branco muito fôfo apareceu na mostra – imagine se poderia faltar! -, mas também não ousei apresentá-lo pelo mesmo motivo.

Todas as escultura foram fotografas em Jurerê Internacional.

6 opiniões sobre “Elephant Parade Florianópolis – A Primeira Cidade Sul Americana a Receber a Exposição.”

  1. Pelo menos 42 crianças foram mortas e 109 foram feridas por minas terrestres e explosivos não detonados nas regiões Donetsk e Lugansk, no leste da Ucrânia, desde março do ano passado. A informação foi divulgada no Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

    A instituição observou que os dados apresentados pelo governo ucraniano podem não refletir o número real de mortes de crianças por minas terrestres e engenhos explosivos não detonados no leste da Ucrânia.

    Segundo o relatório, “o número de crianças mortas e mutiladas por minas e engenhos explosivos não detonados seria significativamente maior se incluirmos as áreas não controladas pelo governo”.

    Exército da Ucrânia
    © AP PHOTO/ EFREM LUKATSKY
    RPD: Kiev desloca tanques e artilharia em direção a Donetsk
    O UNICEF comentou também que as crianças correm maior risco com explosivos e minas terrestres, pois estas podem ser coloridas e pequenas o suficiente para que crianças possam pegar ou chutar.
    De acordo com comunicado, “as crianças poderiam ser atraídas para esses objetos, confundindo-os com brinquedos ou objetos de valor, o que pode resultar em tragédia”.

    O UNICEF lançou uma campanha de educação sobre risco de minas terrestres em áreas afetadas na Ucrânia. O objetivo é levar informação a 500 mil crianças e suas famílias sobre o risco de exposição a minas terrestres.

    Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20150331/618970.html#ixzz3zFPbDKXA

    Curtir

    1. É lastimável, cruel, mas chego a pensar que os elefantes sejam mais valorizados que os seres humanos surpreendidos pela mesma armadilha. E pensar que esse é o mundo em que vivemos. Bjks e obrigada pelo compartilhamento valioso. Marilia.

      Curtir

  2. Se na Ucrânia acontece essa barbaridade , imagina nos países em guerra!

    Pelo menos 42 crianças foram mortas e 109 foram feridas por minas terrestres e explosivos não detonados nas regiões Donetsk e Lugansk, no leste da Ucrânia, desde março do ano passado. A informação foi divulgada no Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

    A instituição observou que os dados apresentados pelo governo ucraniano podem não refletir o número real de mortes de crianças por minas terrestres e engenhos explosivos não detonados no leste da Ucrânia.

    Segundo o relatório, “o número de crianças mortas e mutiladas por minas e engenhos explosivos não detonados seria significativamente maior se incluirmos as áreas não controladas pelo governo”.

    Exército da Ucrânia
    © AP PHOTO/ EFREM LUKATSKY
    RPD: Kiev desloca tanques e artilharia em direção a Donetsk
    O UNICEF comentou também que as crianças correm maior risco com explosivos e minas terrestres, pois estas podem ser coloridas e pequenas o suficiente para que crianças possam pegar ou chutar.
    De acordo com comunicado, “as crianças poderiam ser atraídas para esses objetos, confundindo-os com brinquedos ou objetos de valor, o que pode resultar em tragédia”.

    O UNICEF lançou uma campanha de educação sobre risco de minas terrestres em áreas afetadas na Ucrânia. O objetivo é levar informação a 500 mil crianças e suas famílias sobre o risco de exposição a minas terrestres.

    Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20150331/618970.html#ixzz3zFPbDKXA

    Curtir

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s