Praça de Armas de Cusco – Beleza Pura.


Imagem Destacada: 

Quem diria que no lugar em que pulsa o coração de Cusco, outrora havia um pântano?
Um charco cercado por dois riachos de pequeno volume d’água e sem profundidade ocupavam um terreno muito maior que o tamanho da atual Praça de Armas.
A seu redor teve início a cidade de mais de 500 mil habitantes e seu primeiro ocupante foi Manco Cápac (estabeleceu-se em Cusco entre 1.100 e 1.430 D.C.!), primeiro governador e fundador da cultura inca em Cusco, que construiu seu palácio no planalto de Sacsayhuamán.
Seu filho e sucessor Sinchi Cápac secou o pântano com terras trazidas das montanhas e mais tarde Pachacútec acabou de secá-lo com areia de praia que transportou do litoral até Cusco.
Durante a época inca o tamanho da praça era, praticamente, o dobro do que tem atualmente.  Ocupava o local onde está o Hotel Cusco, a Praça do Regozijo e ainda algumas quadras situadas na Rua do Meio.
Esse riacho de nome Saphy (corria paralelo à frente da catedral) dividia a praça e continuava seu curso atravessando a Rua do Meio, passando por suas quadras laterais.
O Saphy foi coberto no trecho da Praça das Armas e canalizado em seu percurso urbano.
Em 1542 o cabildo de Cusco autorizou a construção de casas no meio da praça. Essas edificações – dentre elas o já citado Hotel Cusco, o Portal Comercio y o Portal Espinar – acabaram por dividí-la de tal modo, que a única Plaza de Armas acabou originando mais duas: Plaza Regocijo y Plazoleta de la Merced.
Três anos mais tarde o corregedor mandou retirar a areia de praia que forrava a praça e a empregou na construção da catedral.

Chama atenção a base de alguns edifícios que cercam a praça, por terem sido erguidos pelos espanhóis sobre pedras de antigas construções incas.

Atualmente a Praça de Armas é atração turística e está cercada por lojas de souvenires, artesanatos, boutiques de qualidade, cafés, restaurantes e agências de turismo.
Suas importância e fama atraíram empresas internacionais de sucesso como McDonald’s, KFC e outras que ali se fixaram, e por conta de sua notabilidade tornou-se o ponto mais caro de Cusco, no qual se incluem os preços de aluguel.

Comemorações de Ano Novo, festas folclóricas e religiosas, concertos e alguns desfiles são algumas atrações que ocupam a Praça de Armas.

*****

P1120582
Centro antigo de Cusco – arredores da Praça de Armas.

*****

P1120610 (768x1024)
Arredores da Praça de Armas.

*****

P1120611 (1024x768)
Arredores da Praça de Armas.

*****

P1120613 (1024x768)
Arredores da Praça de Armas.

*****

P1120652 (1024x768)
Praça de Armas de Cusco.

*****

P1120654 (1024x768)
Praça de Armas de Cusco.

*****

P1120655 (1024x768)
Típica construção colonial espanhola nas proximidades da Praça de Armas de Cusco.

*****

P1120666 (1024x768)
Praça de Armas.

*****

P1120667 (1024x807)
Praça de Armas.

*****

P1120668 (1024x768)
Templo da Companhia de Jesus, o primeiro da Rota do Barroco Andino.

*****

P1120669 (1024x768)
Comércio ao redor da Praça de Armas – butiques, Cafés, restaurantes, casas de câmbio, agencias de turismo…

*****

P1120672 (768x1024)
Estátua de Pachacutec.

*****

img186 cópia

*****

Moderadora: Rosa Cristal

3 comentários em “Praça de Armas de Cusco – Beleza Pura.”

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s