Catedral de Lima – O Principal Monumento da Praça Mayor.


IMAGEM DESTACADA: Interior da Basílica/Catedral de Lima.

*****

*****

VOCÊ SABE QUAL A DIFERENÇA ENTRE CATEDRAL e BASÍLICA?

O QUE É UMA BASÍLICA?

A denominação remonta às Ágoras gregas, origem mais remota de nossas Bolsas de Valores, por serem locais públicos onde pessoas se reuniam não apenas atraídas por feiras e mercados, bem como para discutir política, cultura e outros assuntos de interesse dos cidadãos.

As mercadorias eram anunciadas em voz alta, a fim de que todos escutassem o que estava sendo comercializado, tal qual acontece ainda hoje nos pregões das Bolsas de Valores. Para quem ainda não sabe, este é o motivo da gritaria.

A Ágora romana descende da grega, com uma diferença: eram espaços cobertos, as basílicas, onde assembléias eram realizadas. Ora funcionavam como tribunais, ora acomodavam reuniões em que se discutiam assuntos diversos.

A Wikipédia explana o assunto minuciosamente e vale à pena uma consulta para quem quiser saber mais a respeito das basílicas e como acabaram se transformando em templos cristãos. Clique aqui.

As BASÍLICAS são igrejas de grande porte que preservam relíquias de um ou mais santos. Além disso, exercem grande influência em determinada região geográfica ou em um país, independentemente de sua forte influência espiritual sobre religiosos e leigos de determinada jurisdição eclesiástica.

*****

E UMA CATEDRAL?

Trata-se de um templo onde um bispo católico, com seus CÔNEGOS, tem sua sede. Daí a palavra . É a Igreja Mãe de onde o bispo preside sua DIOCESE. 
É o bispo que repassa aos párocos das igrejas de sua diocese as diretrizes firmadas pelo PAPA.

Nota: CÔNEGO: é o padre, o sacerdote obrigado a cumprir regras que o obrigam a desempenhar as funções litúrgicas mais solenes em uma catedral. O conjunto de cônegos compõe o CABIDO.
DIOCESE: território administrado por um bispo.

*****

Gosto de esclarecer alguns tópicos que posto no blog porque sempre penso naqueles que gostam de pesquisar (pelo menos um pouco) a respeito dos lugares para aonde viajam e algumas de suas atrações.

Hoje em dia estou preferindo viajar como uma mala, mas antigamente não era assim: viajava com vários recortes de jornal embaixo do braço. Eram reportagens turísticas publicadas pelo Jornal do Brasil e por conta delas conheci lugares muito interessantes.

*****

A Catedral de Lima é a maior igreja do Peru e foi construída sem estilo arquitetônico definido. Pelo contrário, sua arquitetura é rica de estilos devido à excessivas modificações, tanto externa quanto internamente, e talvez essa mistura seja a responsável por sua imponente aparência.

Foi erguida no mesmo local onde se encontrava o palácio do príncipe cusquenho Cinchi Puma e onde Francisco Pizarro, fundador da cidade de Lima, colocou em 1535 a pedra fundamental da pequena igreja dedicada à Virgem de Assunção. A obra terminou em 1538, mas apenas em 11 de março de 1540 foi inaugurada com a colocação do Santíssimo no altar.

No ano seguinte a igreja passou à condição de catedral, começando aí uma série de modificações. Outra catedral foi inaugurada em 1552 em dimensões mínimas  – 9 m x 19 m – e dedicada à São João Evangelista.

Reformas e demolições se sucederam até 1604, quando apenas a metade de um projeto majestoso inspirado na catedral de Jaén, na Espanha, foi inaugurado. A planta baixa definitiva foi apresentada após o terremoto de 1606. Em 1609 outro terremoto danificou a catedral, seguido pelos de 1687 e 1746. Este último, devastador, obrigou a catedral a ser reconstruída, o que aconteceu a partir de 1758. Ao todo nove terremotos abalaram o templo e estes sismos não foram os únicos motivos das constantes reformas. A catedral foi erguida aos poucos, sem contar que em 1893 foi fechada devido a seu péssimo estado de conservação.

Está localizada na Praça Mayor e faz parte do Centro Histórico de Lima desde 1991.
Suas dimensões são colossais, o que possibilitou a construção das várias capelas que emolduram as três naves.
As cadeiras do coro e púlpitos impressionam pelo grandioso e paciente trabalho de entalhe – são magníficos!

A visita é mais do que recomendável.

 

DSCN1548 (1024x768)

DSCN1550 (1024x768)

*****

DSCN1551 (1024x766)
Detalhe do piso de uma das capelas.

*****

DSCN1552 (1024x760)
Púlpitos em primeiro plano e cadeiras de espaldar alto em segundo.

*****

DSCN1553 (1024x762)

DSCN1555 (760x1024)
A arte peruana, seja qual for, é rica em cores e o altar da foto mostra claramente isso.

*****

img186 cópia

*****

Moderadora: Rosa Cristal

2 comentários em “Catedral de Lima – O Principal Monumento da Praça Mayor.”

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s