FRANÇA . PROVENCE . GORDES . CIDADE PROVENÇAL COM ESTRUTURA DE CIDADE GRANDE.


IMAGEM DESTACADA: Gordes, vista da estrada de acesso à cidade.

COMO CHEGAR: Não sendo de automóvel você poderá contar com uma linha de ônibus, o 22, que sai de Avignon em direção a Gordes. Há opção de sair de Avignon e viajar até Cavaillon em TGV e de lá prosseguir de ônibus. O tempo de viagem ultrapassa duas horas, enquanto que de carro você vai em 40 minutos, saindo de Aix-en-Provence.Partindo de AIX-EN-PROVENCE há um ônibus que sai de hora em hora para Cavaillon. De lá há duas linhas que partem para Gordes: a linha 15.3 – Transdev South East , 5 vezes ao dia, e a CG-84, apenas 3 vezes ao dia! Como GORDES está pertinho de Cavaillon (são apenas 18 km), um taxi seria uma opção.
Tire sua dúvida clicando aqui  e estude qual a melhor opção.

Mesmo com alguma dificuldade para chegar à Gordes, certamente essa visita valerá à pena.
A cidade figura entre as mais bonitas da França devido a seu rico patrimônio: são duas abadias – uma delas a famosa Senanque -, o castelo que você vê na foto (bem no Centro), cabanas de pedra seca sem qualquer rejunte, moinhos de água e vento, fontes…

A cidade é bem estruturada: conta com hospital, polícia, templos religiosos, biblioteca, colégios, clubes, serviço de Correios e Bancos.
Os padrões para construção são rigorosos: todos deverão empregar a pedra, normalmente sem rejuntes, e telha canal nos tetos. Esse padrão é respeitado mesmo em construções agrícolas.

Feiras são atrações turísticas na Provence e por isso Anaté as incluiu em nosso roteiro: roupas de cama, mesa, banho, vestuário, sapatos, artigos para decoração, condimentos, azeites, queijos, embutidos, artigos de perfumaria e, evidentemente, legumes, frutas, verduras…

Muitos artigos são provenientes de fábricas e daí o modelo de uma tolha de mesa, por exemplo, que você achou lindo e acabou comprando com receio de não vê-lo mais, você acaba encontrando em outras feiras ou no comércio, com toda certeza. Mesmo assim não se decepcione, porque tudo na Provence é lindo e o que você comprar valerá à pena.

347 (1024x709)
O castelo renascentista abriga a Câmara Municipal – Foto Marilia Boos Gomes.

348 (1024x768)Roupas de mesa e vestuário misturam-se ao perfume de sabonetes, óleos essenciais, azeites e queijos. Tudo combina em se tratando de Provence. Foto Marilia Boos Gomes.

349 (1024x768)
Os embutidos exalam tanto aroma, que chega-se facilmente até eles como fazem os cachorros: pelo faro.  Foto Marilia Boos Gomes.
350 (1024x934)
O esmero com que as barracas são arrumadas chamam ainda mais atenção. Resistir? Quem há de? Foto Marilia Boos Gomes.
351 (1024x768)
Felizmente estamos em Era Digital e nossas máquinas não precisam mais serem municiadas com filmes. Caso contrário eu precisaria carregar toneladas daqueles rolinhos. Foto Marilia Boos Gomes.
352 (765x1024)
Importante salientar que ao caminharmos pelas ruas estreitas das cidades provençais, temos sob nossos pés centenas de anos de História. Foto Marilia Boos Gomes.
353 (1024x768)
Vista parcial dos campos de Gordes.  Foto Marilia Boos Gomes.

360 (1024x768)Gordes. Foto Marilia Boos Gomes.

364 (1024x768)Gordes. Foto Marilia Boos Gomes.

368 (1024x758)Parreiras, oliveiras e cerejeiras também servem para fazer sombra – questão de poder desfrutar desse presente que a Natureza nos oferece, sem preocupações de ficar sem os frutos. Foto Marilia Boos Gomes.

Uma das atrações de Gordes é a PORTE de SAVOIE.
“Desde o Século XIV Gordes se colocou ao abrigo de muralhas. Existiam várias portas fortificadas que guardavam cada acesso á cidade. A Porta de Savoie e o Portal de Costubague resistiram ao tempo.

Uma grade e um portão de madeira fechavam a passagem. Eram quase sempre os campesinos que deviam reparar as portas, portões e muralhas, e fechar os acessos à chave.
O nome tão curioso e muito antigo de Porta de Sovoie faz menção à Beatriz de Savoie, Condessa de Forcalquier, que no Século XIII se recusou a reconhecer a suserania (direito de comandar) francesa e armou-se contra seu genro Charles 1º d’Anjour, irmão de São Luiz. 

Os Simiane estavam presos na Maison de Forcalquier e isso explica o porquê de por volta de 1250 terem empilhado as armas de Savoie sobre a principal porta da cidade.
Os bonitos brasões (colocados no alto desta parede) são um testemunho, provavelmente único, desse episódio da longa história de Independência Provençal.”

Tradução e fotos: Marilia Boos Gomes.

370 (1024x768)

371 (768x1024)

372 (1024x768)

374 (1024x768)

358 (1024x768)

376 (1024x768)
ABADIA DE SÉNANQUE.

img186 cópia

CONTATO:

3 comentários em “FRANÇA . PROVENCE . GORDES . CIDADE PROVENÇAL COM ESTRUTURA DE CIDADE GRANDE.”

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s