PERU, Lima – Mercado de Surquillo. Para Quem Gosta do Babado.


IMAGEM DESTACADA: Mercado de Surquillo.

Localização: Paseo de la República, esquina de Ricardo Palma. Surquillo.
Horário de funcionamento: Diariamente de 6 a.m. a 4 p.m. ,

*****

Esse mercado ganhou notoriedade após tornar-se público de que os grandes chefs o frequentam. Não é para menos. O Mercado do bairro Surquillo tem de tudo e mais alguma coisa de que você nem desconfia.
Por fora nada a ver com “bela viola”, mas por dentro surpreende apesar de seu jeitão assim… meio descabelado.
Assim que entramos fomos surpreendidos por boxes onde servem a mais autêntica comida peruana. Sucos, sanduíches e comidinhas rápidas são as especialidades. Percebi pelo movimento que não se consegue fácil uma brecha nos balcões.
Deslumbrei-me com a fartura de produtos oferecidos. Alguns legumes nunca vi, não cheguei a experimentá-los, mas ficará para a próxima viagem a Lima (que já está sendo alinhavada).
Alguns boxes são arrumadíssimos e outros nem tanto, mas em nada diferem na qualidade da mercadoria.
Couves-flores, brócolis e acelgas enormes, pimentas de todas as cores e tamanhos. Morangos grandes que imaginei serem tão saborosos quanto os que comi na Provence. Queijos, azeitonas, embutidos de tudo que é tipo e qualidade. Minha vontade foi de comprar uma boa quantidade de frutas e levar para o hotel, mas consumí-las não seria mais possível devido ao tempo que nos restava em Lima.

P1130381

P1130367

Mas não é só pelo lado de dentro que estão as gostosuras. Nada disso! Por fora do mercado e nas ruas adjacentes a oferta de produtos muda bastante: é a vez de as lojas especializadas em utensílios para cozinha mostrarem-se aos interessados: panelas, talheres, pratos, travessas de cerâmica, formas… Lojas de material de limpeza, sorveterias, barraquinhas oferecendo pratos típicos (a exemplo do Angu do Gomes) e até um festival gastronômico!

O mercado de Surquillo é para ser visitado com calma para quem gosta do babado.
Se você for daquele tipo de pessoa que não dorme sem antes comer uma coisinha, aconselho-o a visitar o mercado antes de qualquer iniciativa. Ah! Leve uma sacola bem grande.

Veja as fotos e entenda o porquê de ter se transformado em atração turística.P1130416

Conforme disse acima, sua fachada não é atraente, mas isso não importa.  “Beleza não põe mesa” já diz o velho ditado que lhe cai justo como uma luva. A beleza está nas prateleiras e caixotes onde milhares de artigos poderão compor sua mesa e torná-la linda.

P1130365

Assim que entramos nos deparamos com essa imagem.  Agora, ao compor a postagem, foi que reparei que até roupas você pode adquirir no mercado. Dê uma olhada na parte de cima da foto, à esquerda.

P1130373

Os boxes a que me referi acima são de ambos os lados desse corredor.

P1130371

P1130372

 

Na composição dos sucos figuram o aipo, a batata yacón e a berinjela.

P1130395

P1130369

P1130368

A fruta que vemos acima das uvas verdes, semelhante a um pêssego (riscadinho), é o “pepino”, de gosto semelhante ao melão.

P1130384

Aqui as “granadillas”,  nosso maracujá.

P1130383

Tumbo, uma fruta que nunca vi no Brasil, de sabor assemelhado ao maracujá. Presta-se para sucos, sorvetes e vitaminas. Frutifica em altitudes entre 1.800 a 3.500 metros acima do nível do mar.

P1130378

Nessa foto há um maço de aspargos verdes. O Peru, acabei descobrindo em minhas pesquisas na Internet, é o maior exportador de aspargos no mundo. Detalhe: há uma espécie que cresce entre 1. 00 cm e 2.5 cm por hora!!!. Dê uma olhada neste site e confira.

P1130377

Em primeiro plano o maxixe-do-reino.  No Brasil é conhecido como chuchu de vento, chuchu-paulista. Até agora não o comi e quem o experimentou diz que seu gosto assemelha-se ao maxixe, ao melão, ao chuchu. Saiba mais a respeito da trepadeira clicando aqui.

P1130393

Outro produto que adoraria ter comprado e levado para o hotel. Observe a brancura dos queijos à direita.

P1130394

Farinhas você encontra de tudo que é cor, textura e qualidade. A quinua é um exemplo. Há um catálogo que explica em pormenores seu cultivo, valor nutricional, espécies e aplicação na alimentação – é ideal para crianças e desportistas. Clique aqui e confira.

P1130387

MIlho roxo, uma das 35 espécies diferentes cultivadas no Peru.
Com este milho prepara-se um suco delicioso chamado chicha morada que bebi demais enquanto viajei pelo país.

P1130389
Alguns tipos de acelga. Atualmente encontra-se com fartura a acelga chinesa nos mercados. Entretanto, há outra mais saborosa (minha preferida) que não está na foto. Faz tempo que não a vejo para vender aqui no Rio.

*****

P1130380

P1130385
Alcachofras robustas…

*****

P1130390
… e queijos bem esburacados, do jeito que gosto.

*****

P1130392

Batatinhas amarradas no suporte do feixe de canelas. Das mais de 3.000 espécies de batatas existentes no mundo, o Peru produz mais de 1/3.

P1130370

Sementes, biscoitos e cereais diversos encontra-se com facilidade no mercado do bairro Surquillo.

P1130391

Damascos, nozes de diversas qualidades, amêndoas, castanhas, ameixas, abacaxi seco… Uma festa e tanto para quem gosta de comer assim como eu.

P1130379

Nota Negativa: Na foto, molhos prontos que deveriam estar embalados em vidros ou potes plásticos tampados estão à mostra, à mercê de insetos e poeira. Observe que na bacia da direita a colher está imersa no molho. Faço restrições a esse tipo de apresentação; afinal, trata-se de comestível e todo cuidado é pouco. Chata do jeito que sou não os compraria.

P1130386

Resolveu fazer uma festinha de aniversário para o filhote? Nem esquente a cabeça porque no mercado há de “um tudo” para animar a garotada e enfeitar a mesa.

P1130415

Nas ruas próximas ao mercado ficam as lojas de material de limpeza. Nas barraquinhas as ofertas são de bijuterias e artesanatos.

P1130400

Sob o toldo que dá acesso ao mercado, o Festival Gastronômico das “Madres Surquillanas”.

P1130409

O cardápio é exposto na parede e em pratos prontos que as madres colocam em frente aos fogões. Não experimentei nenhum – nem mesmo um salgadinho – apesar de o aroma que desprendia das panelas ter sido bem convidativo.

P1130413

P1130412

P1130407

Todos os caminhos de Surquillo levam ao mercado…

P1130408Açougue arrumadinho na periferia do mercado.

P1130406

Os pratos da barraquinha dessa esquina me pareceram bem apetitosos. Aromáticos, estavam. Serviço confortável com bancos e balcão.

P1130418

Lojas para serem olhadas em detalhes. Garanto que eu encontraria algo diferente e que me seria muito  útil na cozinha. Voltarei lá. Pode ter certeza.
P1130396

P1130398

P1130417

Quando resolvemos pegar um taxi para retornar a Miraflores, nos deparamos com esse jovem tricotando. Cliquei a foto apostando em sua indiferença, mas não foi nada disso. Ele estava mais ligado que minha máquina fotográfica e não nos poupou de alguns soles. Muito justo; justíssimo. Clique à parte, seus trabalhos são maravilhosos! O olho cresceu, mas me contive.

Adorei Surquillo. Foi indicação da brasileira Camila que trabalhava na recepção do Hotel Ariosto. Valeu, Camilaaa! Beijocas e caloroso abraço.

VAI VIAJAR ISTEPO MAIOR cópia

Moderadora: Rosa Cristal

 

 

2 comentários em “PERU, Lima – Mercado de Surquillo. Para Quem Gosta do Babado.”

  1. Me lembrou os mercadões daqui, o de Madureira, o de Caxias, o de Salvador, o de Porto Alegre, o de São Paulo, a Cobal e o Ceasa aqui do Rio, a feira de São Cristovão e a CADEG (imperdível).

    Curtir

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s