BRASIL, Florianópolis, SC – Lagoa da Conceição.


Em Florianópolis, todos os caminhos levam à Lagoa da Conceição? Se sua resposta é “não sei”, acompanhe.

COMO CHEGAR:

Partindo do CENTRO: seguir pela Avenida Beira-Mar Norte até encontrar, antes do viaduto do SIC, placas indicativas para o norte da ilha + Lagoa, Praia Mole e Joaquina.  Mantenha-se à direita e suba o viaduto. Ao descê-lo você estará na Avenida da Saudade. Continue à direita porque no final desta avenida, que não é extensa, você terá que dobrar novamente à direita e “seguireto” toda vida. É só isso, agora, o trânsito fluir dependerá da temporada e do horário em que você botar o carro na estrada.

PARTINDO no NORTE DA ILHA:

Do norte da ilha à Lagoa da Conceição você terá algumas opções.

Aviso: na temporada a ilha fica superlotada; o trânsito é insuportável e acaba atrapalhando a vida de todos, principalmente do ilhéu. Turista está na chuva prá se molhar e não tá nem aí; agora, o pobre do morador é que acaba amargando as consequências da alta temporada. Portanto, saia de casa cedo para aproveitar o Sol que não dá o ar da graça todos os dias – ainda tem essa… Quem mora na ilha sabe e costuma dizer que em Florianópolis pode, perfeitamente, baixar as quatro estações do ano em um dia só.

Mas vamos ao que interessa: tomemos como base a praia de Canasvieiras, uma das mais movimentadas na temporada – a favorita dos argentinos, todo mundo já sabe.

Este trajeto que sugiro, evitará que você fique preso em um possível congestionamento na Avenida da Saudade – que você terá que trafegar inteira! até encontrar o retorno (seguir pela pista do meio) e voltar tudo novamente para entrar à direita. Na alta temporada você corre o risco de nem chegar à Lagoa, istepô! Pode acreditar. Vai entardecer preso no engarrafamento caso não goste de acordar cedo.

Meu irmão, ilhéu de carteirinha, acha essa opção válida; eu acho que você pode escapar por outros caminhos. A escolha, moquiridu, é você quem faz.

ATENÇÃO! Este retorno não é visível e a chance de você passar direto e cair na Avenida Beira Mar é grande.  Vai complicar!… Depois não diga que não foi avisado!… Siga pela pista do meio porque o retorno passa por baixo do viaduto e você não o vê “tipo assim…” de longe, sacou? Só percebe a curva do retorno quando já está quase em cima do lance. 

1ª OPÇÃO – S’imbooora! Você sai de Canasvieiras (ou do Costão ou dos Ingleses, digamos) e segue direto pela SC 401. Após trafegar mais de 17 km você irá encontrar à direita, antes de um viaduto, a entrada para o Cemitério Jardim da Paz e o primeiro acesso para o bairro João Paulo. Não suba o viaduto! Dobre à direita em frente ao cemitério e siga em direção ao bairro. Trafegue pela Rodovia João Paulo até encontrar outro viaduto que nada mais é do que o prolongamento desta rodovia.
Do cemitério até a subida deste viaduto você trafegará por aproximadamente 3 km.
Suba-o e continue em frente. Ao descê-lo você estará na rua Coronel Luiz Caldeira). Continue trafegando até seu final e dobre à esquerda; trafegue pela rua Pastor William Richard Schirler Filho. No final você estará prestes a entrar na Rodovia Admar Gonzaga. Vire à esquerda e siga até à Lagoa da Conceição.

NOTA: Caso você perca essa primeira entrada para o bairro João Paulo – Cemitério Jardim da Paz , não se aflija porque mais na frente, antes do viaduto que mencionei acima – o tal prolongamento da Rodovia João Paulo –, há outra entrada. Vire à direita e logo a seguir à esquerda para subi-lo. Ao descer… (vide acima).

2ª OPÇÃO: COMO CHEGAR SAINDO do COSTÃO do SANTINHO, INGLESES, CACHOEIRA do BOM JESUS ou CANASVIEIRAS .

É o caminho mais longe para quem sai desses bairros, porém o menos congestionado na alta temporada. Para quem parte do Costão, Ingleses ou Cachoeira do Bom  Jesus é o mais prático.

Saia de “Canas”pela SC 401 até encontrar placas indicando que você deverá entrar à direita, subir o viaduto e seguir em direção a INGLESES e SANTINHO (SC 403 – Rodovia Armando Calil Bulos). Para o Centro basta seguir em frente.

Passou o ÁQUA SHOW, um parque aquático à sua direita no alto do morro, desceu…, vire na primeira rua à direita – Servidão Três Marias – e siga a placa que indica MOÇAMBIQUE, BARRA DA LAGOA e JOAQUINA. Dobre  na primeira à esquerda – rua Intendente João Nunes. Na 1ª à direita você cairá na SC 406 (Rodovia João Gualberto Soares). Continue em frente seguindo as placas até chegar à Lagoa. Moleza.

Você passará pela extensa praia de Moçambique e chegará à Barra da Lagoa. Continue seguindo as placas e você encontrará uma encruzilhada com uma indicação de que para a esquerda você irá para a JOAQUINA e, para a direita, chegará à LAGOA DA CONCEIÇÃO. Achôôô!!!!


Lagoa da Conceição vista do mirante.

Lagoa em primeiro plano e Praia da Joaquina em segundo.

Comércio no mirante da lagoa.

No Centrinho da Lagoa da Conceição o comércio é variado e abundante. Não faltam restaurantes, boutiques, lojas de lembranças, artesanatos.

Nesta barraca você poderá adquirir até passagens aéreas internacionais.

Na ponte que você vê à distância começa a Avenida das Rendeiras. Seguindo à esquerda você poderá optar por Joaquina, Praia Mole e Barra da Lagoa.

Colado à ponte da Av. das Rendeiras fica o TERMINAL LACUSTRE Profª Ruth Bastos de Oliveira onde você compra passagens para a Costa da Lagoa, outro passeio muito interessante.  Ao longo da costa são 23 trapiches e em quase todos há restaurantes, praia e muito divertimento para a criançada: caiaques e pranchas estão, normalmente, à disposição dos clientes.

As embarcações são grandes e permitem ocupação de muitos passageiros. Em horários de pico o transporte de grandes volumes não é permitido. O aviso está bem visível no terminal, ao lado da tabela de horários dos barcos.

Na Praça Pio XII, sempre que o tempo permite, rola um joguinho de tabuleiro entre os amigos nas mesas preparadas para esse tipo de passa-tempo.

Aos domingos acontece uma feira de artesanatos nesta praça com mais de 100 expositores. Os horários variam e são os seguintes:
Das 17h às 23h  no horário de verão. Em horário normal a feira fica das 15h às 20h. Informações: (48) 3232-1514.

Encontra-se todo tipo de mercadoria na feira: artesanatos com tecidos, madeira, couro, papel, fios (crochê, tricot, macramé).

O destaque desta vez ficou por conta do fabricante de pranchas e remos que vemos na foto. Seu trabalho é de fino acabamento e de muito bom gosto.

Teria imensa satisfação em citá-lo aqui no blog mas, infelizmente, não encontrei o cartão de apresentação que me ofereceu. Mas, como acredito que seu ponto de exposição deva ser sempre o mesmo, fica a dica para quem gosta de adquirir pranchas e remos que reúnam beleza à qualidade.

De quebra você verá a Casa das Máquinas, datada de 1912, que abrigava a maquinaria da antiga Estação Rádio Telegráfica  dos Correios e Telégrafos, tombada pelo Patrimônio Histórico em 06 de setembro de 1985 e transformada em centro de artes em 02 de agosto de 2009.

Caso você tenha alguma informação interessante a respeito da Lagoa da Conceição, fique à vontade e escreva – a casa é sua. Desde já só tenho a lhe agradecer.

ROSA CRISTAL comenta

10 opiniões sobre “BRASIL, Florianópolis, SC – Lagoa da Conceição.”

  1. Olá!

    Lugar muito bonito!
    Obrigado pela sugestão de viagem 🙂

    Peço sua licença para divulgar os “Minicontos Volume 3”, grátis na Amazon até 23/06.

    Eu ficaria muito agradecido se pudesse baixar a obra e fazer uma avaliação.

    Muito obrigado,
    Lucas Palhão

    Curtir

    1. Olá Lucas!
      Seja bem-vindo! Baixei seu livro (com dificuldade por não saber lidar com a Amazon) e comecei a lê-lo.
      Espero que me perdoe caso demore um pouco para apreciá-lo. Meu volume de trabalho é grande, muito grande. Além disso exerço outras atividades que me tomam bastante tempo.
      Já li as 5 primeiras histórias e achei interessante que todos têm a ver com fontes (água, sentimentos). Dê-me tempo, certo? Chegarei lá, com muita satisfação.
      Abraços da Marilia e muito sucesso em seu lançamento.

      Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, prima! Que bom que passou porraqui… Obrigada por seu comentário, sempre bem-vindo. Estivemos na Costa não faz muito tempo. Gosto muito de lá. Mais tarde posto um restaurante muito bom no cais 21. Trata-se de um passeio tranquilo, diferente e que não tem como não agradar.
      Quem sabe,não vamos juntas na próxima vez?
      Bjks nossas, amadinha!

      Curtir

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s