ARGENTINA, AR – Bartola, Restaurante em Buenos Aires.


IMAGEM DESTACADA: Pintura Em Uma Das Paredes do Restaurante.

Estávamos hospedados no bairro Recoleta e, diariamente, passávamos pela porta do Bartola. À noite saíamos para jantar com o objetivo de conhecer o restaurante, mas o movimento era intenso e desistíamos de entrar.


Aconteceu que certo dia havíamos acabado de almoçar em um concorrente do Bartola e,  justo neste dia, passamos pela porta e o salão estava vazio – foi nossa oportunidade para conhecê-lo e entramos para tomar apenas um cafezinho.

O QUE SIGNIFICA BARTOLA?
A palavra deriva do espanhol e a tradução que mais combina com o ambiente do restaurante é “despreocupação”, embora haja definições bem diferentes. Caso tenha curiosidade, basta clicar aqui.

O SALÃO
A frente do prédio desperta curiosidade. Daí você entra e constata que o ambiente não decepciona e tem tudo a ver com aquela fachada atraente. Tudo chama atenção no Bartola e por isso pedi licença para bisbilhotar a casa e fotografá-la.
Mas antes aproveitei para dar uma olhada no cardápio e foi aí que entendi o porquê de o restaurante estar sempre lotado. Há comidinhas para todos os gostos e, pelas fotos postadas, a apresentação dos pratos não poderia ser mais bonita.

O salão é grande e a decoração varia à medida em que adentramos e nos aproximamos do jardim a céu aberto, localizado nos fundos.
Colunas de tijolos aparentes servem para marcar as diferenças nas padronagens utilizadas na parede – estamparias que primam por cores marcantes e festivas e que combinam com o colorido dos pratos apresentados no cardápio. Só vendo!..

O mobiliário é composto por peças de diversos estilos e cores, e a reciclagem não escapou deste contexto. Exemplo é o armário acima. Há luminárias de desenho bem simples e outras de modelos mais elaborados. Cada uma expande uma luminosidade diferente, de acordo com a lâmpada que se adéqua ao modelo. O efeito provocado é muito interessante.

Ao longo do restaurante não há um pedaço de parede que não chame atenção.

Nem o quintal perde em originalidade para o interior do Bartola: à noite ganha iluminação de velas em lamparinas e  fios de lâmpadas estrategicamente colocados, super decorativos em sua simplicidade.

Repito: os pratos apresentados no cardápio são bem decorados e me pareceram muito saborosos.
Para mim, vai ficar para a próxima; para vocês, fica a dica.

Ah! O atendimento para nosso humilde cafezinho foi excelente.

O ambiente do térreo é grande e o restaurante ainda conta com o andar superior, aonde ainda não estive.

Na decoração da entrada, o cartão de visitas da casa, de extremo bom gosto, chega a ser um convite ao relaxamento. Observem a beleza da composição! A expressão suave da jovem…, o passarinho…, fazem fundo à palmeira Areca e ao flamingo de cerâmica –  contraponto do agito que acontece à noite. E é justamente

embaixo desse painel que você poderá curtir bons momentos.

E ainda há a opção da calçada!
A isso chamo de múltipla escolha.

Para não se esquecer do nome Bartola, lembre-se de baitola. Trata-se da substituição de uma letrinha só, mas faz grande diferença: associação de idéias é tudo.

*****