BRASIL, MARANHÃO, Ma. ROTA DAS EMOÇÕES COM PAULO OFF-ROAD JERI. 7º Dia na Rota: Santo Amaro do Maranhão, a Entrada Mais Fácil e Próxima do Parque dos Lençóis Maranhenses.


IMAGEM DESTACADA: Lençóis Maranhenses – Lagoa da Andorinha, em Santo Amaro do Maranhão.

NOSSO ROTEIRO

7º DIA na ROTA: Santo Amaro do Maranhão.

Nesta segunda vez que visitamos Barreirinhas, optamos por dar uma chegada até Santo Amaro do Maranhão.
Vinhamos lendo tantos elogios a respeito do lugar, que acabamos ficando curiosos.
Comuniquei-me então com a empresa de turismo de Barreirinhas que já conhecíamos desde 2010, e fui informada de que teriamos que aguardar até que completassem o número mínimo de passageiros. Fomos os dois primeiros da lista; a partir dali só nos aguardava esperar.
Aconteceu que para sorte nossa, a jardineira foi para a estrada. Não era alta temporada para os brasileiros, mas a Toyota quase encheu. Dependendo da época, esse passeio não sai.

UM POUCO DE INFORMAÇÃO
O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses foi criado com o objetivo principal de proteger, integralmente, os 156.584 ha de dunas e lagoas que abrangem três municípios: Barreirinhas, Santo Amaro do Maranhão e Primeira Cruz.
Um dos passeios mais fantásticos e inesquecíveis pelo Parque Nacional foi proibido: Barreirinhas/Atins trafegando em quadriciclo pelas dunas e lagoas dos Grandes Lençóis. Tivemos a felicidade de vivenciá-lo em 2010 e lhes afirmo sem querer provocar inveja: Único! Somos privilegiados.

NOTA: Convém lembrar que o acesso às atrações do Parque só pode ser efetuado em veículos com tração 4×4 e por empresas credenciadas!
A navegação é por trilhas que só os guias e motoristas das empresas de turismo conhecem, é em solo arenoso com alto grau de dificuldade para trafegar.
Não há como chegar às lagoas por outro meio, e são justamente essas dificuldades que facilitam a fiscalização de infratores.
Portanto, trafegar pelos Grandes Lençóis em quadriciclo como antigamente, istepô, nem desembarcando de um drone com quadriciclo e tudo em uma duna daquelas. Já era!

Veja as fotos, assista ao vídeo, e anime-se. Dê-se a oportunidade de vivenciar uma experiência inesquecível em sua vida.

PARTIU SANTO AMARO
Saímos após o café da manhã e após 2 horas aproximadas de viagem chegamos à Santo Amaro do Maranhão, uma das pontas do Parque dos (Grandes) Lençóis Maranhenses.

Atrás dos cajueiros estão os coqueiros; atrás dos coqueiros está uma lagoa. Depois vêm as dunas e mais lagoas; dunas, lagoas, dunas…
A tranquilidade de Santo Amaro. Só em olhar a foto sinto-me relaxada. Imagine o que deve ser passar uma temporada nesse Spa natural.
Ói prá isso!…

Nesta pousada paramos para tomar um cafezinho, escolher o prato que nos seria servido na volta da passeio, tomar água, usar banheiros e depois partir Lençóis Maranhenses.

Rua Osvaldo Cruz, 2 – Centro – Santo Amaro, MA – CEP 65195000 – Tel (98)99903-2222

A proximidade das dunas e do Rio Grande confere à pousada uma vista cinematográfica. Não há como negar: assim que a vi, bateu aquela vontade de pular a cerca, sacumé?

À direita e em segundo plano da jardineira que nos conduziu até Sto Amaro está uma sorveteria maravilhosa – verdadeira miragem pra quem chega desejoso de refrescar a garganta após um dia de calor intenso. Foi lá que curtimos nossa sobremesa.

Aspectos do Centrinho de Santo Amaro do Maranhão.

O caminho que nos leva às dunas e lagoas do Parque Nacional.
O trajeto até a principal atração da cidade é amplo e bem mais curto que o de Barreirinhas. Tal qual nesta cidade, atravessamos riachos e margeamos algumas lagoas.
Carnaubeiras que me pareceram se abraçar para se protegerem do forte vento.
Um pouco mais para frente e…
… já desfrutávamos das belezas de uma pontas do Parque dos Lençóis Maranhenses.

A primeira lagoa que visitamos foi a da Gaivota, onde nos refrescamos com um bonito banho.


Chamou-me atenção a altura das dunas: bem menos altas que as de Barreirinhas, tornando o acesso às lagoas mais confortável. Caminhar em areia fofa não é possível para muitos.

A Lagoa da Andorinha, segunda e última a ser visitada.
Paralelamente à Lagoa da Andorinha, estava esta lagoa, bem maior.

Santo Amaro merece atenção maior. Passeios de um dia não me parecem suficientes para você sentir o que a cidade oferece. E não me refiro apenas ao Parque Nacional, onde você poderá exercitar a musculatura de suas pernocas enquanto caminha entre lagoas e desfruta de belas paisagens.
Refiro-me também ao Centrinho da cidade.
Passear por suas ruas, sentir o tempo passar sem pressa por você, perceber o barulho de seus passos romperem aquele silêncio bom de se ouvir… é preciso. Faz bem à saúde. Relaxa.

Retornamos à Pousada Cajueiro para almoçar. A moqueca de camarão não decepcionou: veio quentinha, farta para duas pessoas e temperada do jeito que gostamos.

Como sobremesa, bastou-nos atravessar a rua. Lá estava a Quero-Quero fazendo jus a seu título.

O atendimento cortês e simpático da dupla que recebe a clientela fez tanto sucesso quanto os sorvetes degustados.
Não ouve economia nas provas de sorvetes oferecidas. A Quero-Quero caprichou na seleção de sabores, principalmente nos de fruta.
O Nordeste, sabemos, é abundante em frutas deliciosas e uma das maneira mais populares para conhecê-las é por intermédios dos sorvetes. Lá estavam no cardápio: cupuaçu, manga, graviola, açaí, côco, mangaba…


O outro município abrangido pelos Grandes Lençóis é Primeira Cruz, localizada a 116 km de Barreirinhas.
Interessante observar, que da pequena cidade apenas uma atração é citada em alguns sites de turismo: a Lagoa do Cassó.
Mesmo em Barreirinhas, a porta de entrada para os Grandes Lençóis, não encontrei nenhuma referência a respeito do lugar.
Saiba mais a respeito de Primeira Cruz clicando aqui.


“Quando eu optei pela classe ecônomica era para que eu economizasse, não eles.” DANILO GENTILI

1º dia na Rota – De Fortaleza a Jericoacoara
2º dia na Rota – Jericoacoara – Lagoas: do Paraíso e Azul
3º dia na Rota Andanças Por Jericoacoara.
4º dia na Rota – De Jericoacoara a Luiz Correa, PI.
5º dia na Rota – Carnaubinha Praia Resort.
6º dia na Rota Barreirinhas e Circuito Lagoa Azul.
8º dia na Rota –Flutuação no Rio Formigas, em Barreirinhas
9º dia na Rota – De Barreirinhas (MA) à Jericoacoara (CE) Trafegando Por Novas Paisagens.

A Ex Bem Cuidada POUSADA D’AREIA.
– Divino Cafeteria no Centro de Barreirinhas – É Divina!
– Hotel Villa Terra Viva, em Jericoacoara.
– Hotel Villa Beija-Flor, em Jericoacoara.
– CONTO DE FADAS – Onde Comprar em Jericoacoara.

*****

 

 

 

 

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s