HOLANDA. KEUKENHOF 2020. Comece a Se Organizar!


IMAGEM DESTACADA: Final Feliz de um trabalho planejado e executado com amor. Muito amor.

Foi a Angela!
que também nos despertou curiosidade em conhecer Keukenhof.
Da mesma maneira que a amiga se encantou pelo parque por intermédio de fotos, fomos despertados pelas fotos e comentários da Angela.

COMO CHEGAR à KEUKENHOF
Em sua postagem, a amiga Angela conta com riqueza de detalhes como chegou à Keukenhof partindo de Amsterdam.
1 – Pegou trem na Centraal Station até ao aeroporto;
2 – De lá tomou o ônibus do próprio parque, que estaciona no Schiphol Aeroporto em lugar com referência- Angela o menciona em sua postagem.

Evidentemente que partiríamos prá cima desse esquema e já havia até decorado a informação caso eu não tivesse encontrado outro meio de chegar ao parque um pouquiiinnnho mais prático: adquirimos tickets na Get Your Guide pela internet. Viagemem ônibus especial.
Nesse impresso havia um aviso de que precisávamos passar no andar térreo do This Is Holland – um prédio redondo que fica ao lado do Adam Lookout – e trocá-los pelo ticket definitivo, esse que você vê na foto abaixo.

Ticket de ida e volta.

O horário de embarque no This Is Holland é você quem escolhe: vai de 9,00 h da manhã às 14.30 h e sai de 30 em 30 minutos.
No momento da aquisição do ticket pela internet, os horários de saída dos ônibus são informados: tanto os que partem de Amsterdam, quanto os que partem de Keukenhof. Neste sentido, há uma variação:
1 – os ônibus saem a partir de 10.00 h até 15,30 h, em intervalos de 30 minutos.
2 – 
a partir 15.30 h, partem de hora em hora até às 18.30 h.

As informações do vaucher são ricas em pormenores. Não há erro.
Fique atento aos horários de ABERTURA e FECHAMENTO do parque, que vão de 8.00 h às 19.30 h, diariamente.

COMO CHEGAR ao THIS IS HOLLAND
Trata-se de um edifício redondo e nanico – considerado-se o prédio ao lado – que fica do outro lado do Rio IJ, na parte norte da cidade. Para atravessar o rio há balsas “de grátis” que o atravessam em apenas 3 minutinhos.
Atenção para a direção a seguir! Pegue a Buiksloterweg Ferry, que atravessará o rio em uma linha reta; ao descer do outro lado siga pela esquerda, atravesse uma pequena ponte, e logo você estará no prédio redondo – o nanico.


Ao fundo vê-se o prédio do A’dam Lookout. À sua esquerda está o This Is Holland – tão pequeno, que não se consegue vê-lo nem da balsa!
Aqui, cada um se ajeita como pode. Tenha cuidado para não ser atropelado por um ciclista mesmo na balsa! 


Já do outro lado do Rio IJ. Ao fundo, o telhadão que protege os pontos dos ônibus, e que aparece em muitas fotos de Amsterdam. 

Entramos em uma fila única para sermos atendidos e, ao recebermos nossos ingressos, fomos imediatamente direcionados para o ônibus de turismo estacionado ao lado do edifício.
Ele vai direto para Keukenhof e sai, pontualmente, no horário marcado no ticket – 10.15 h. Ou seja: do jeito que a comodista aqui a-do-ra!


Interior do ônibus que sai do This Is Holland e segue direto para Keukenhof. O da volta foi tão confortável quanto esse. Valeu a experiência mesmo fazendo bobagem.

A MANCADA
Vejam bem: o ticket é do tipo HopOn/HopOff. Isso significa que, nessa categoria de serviço de ônibus, você pode saltar, passear à vontade, visitar seus pontos de interesse, e pegar o próximo ônibus no horário que bem entender. Claro, obedecendo os horários de parada previamente informados para aquele ponto.
É assim que funcionam os ônibus que trabalham nesse sistema HopOn/HopOff em tudo que é parte do mundo.
Aconteceu que ficamos preocupados com o horário marcado para a volta – 14.45 h -, e por conta disso não visitamos o parque como desejávamos (faltou ver muita coisa).
Almoçamos coszóios no relógio e logo depois fomos em busca do estacionamento dos ônibus de turismo em uma pressa de dar pena. Imagine a cena: dois véios ziguezagueando entre tulipas e jacintos – ói que chiques! -, à procura de um ônibus! Ninguém merece, a não ser quem seja um istepô de raiz ou herdou por DNA.
Chegamos a entrar em uma fila para comprar cafés, mas acabamos saindo com receio de nos atrasar. Estava demorando muito o atendimento.
Sem o mapa do parque – outra asneira que fizemos foi não pegá-lo – em mãos, perdemos a direção da saída e tivemos que perguntar.
Enfim, foi uma despedida meio aflitiva, mas, como desgraça pouca é bobagem, não parou por aí. Piorou bastante a sensação de perda quando vimos, não de muito de longe, que um ônibus igualzinho ao em que chegamos estava saindo. Caramba! E eu que havia fotografado a placa do dito cujo para não perdê-lo de vista!… e agora ele tava indo embora embaixo de nossos narizes. Buá!…, buá!…, bu-á.


Foto clicada em vão.

Como vimos um motorista batendo um papo junto à porta de outro ônibus, aproximamo-nos e lhe mostramos nossos tickets.
Ele os olhou… e…, sem interromper a conversa com o amigo, nos disse simplesmente o seguinte: “Podem embarcar”.
Mais tarde, com calma, foi que li o ticket com atenção e morri de raiva de minha estupidez. Não tínhamos que observar o horário escrito na passagem coisíssima ne-nhu-ma!
O sistema não era HopOn/HopOff ? Portanto, tínhamos muito tempo ainda pela frente!… E, se perdêssemos o último biscoito do pacote (o tal Hop Hop), ainda teríamos a opção de pegar algum ônibus da Conexxion e ir até ao aeroporto, de cujo subsolo partem trens para a Centraal Station a todo instante. Simples assim.
Fica o aviso: tenha sempre com você os horários de todas essas conduções!

OBS: No mapa do parque, observe que à esquerda da entrada principal há um ícone de um ônibus, indicando que alí É a parada deles.
E do lado direito, na parte inferior das indicações do parque, está a  confirmação de que os pontos dos ônibus da Conexxion – 858 (Schiphol), 854 (Leiden) e 50 (Haarlen) – ficam justamente nesse espaço à esquerda da entrada do parque (foto abaixo).
Inicialmente, em minha busca incessante intitulada “Como chegar a Keukenhof ?” só me aparecia um caminho na internet: nós teríamos que ir para Haarlen de trem, para depois então seguir em ônibus para Keukenholf. Ói prá isso!… Felizmente – Óh, céus! – encontrei a tal opção bem melhor para chegarmos ao parque.


 
TODOS OS ACESSOS PARA KEUKENHOF
são minuciosamente descritos em dois blogs: Ducs Amsterdam e Viagem na Viagem.
Em ambos você encontrará pontos de partidas e horários de diversos ônibus, incluindo um mapa. Shows de bola! Daí você se pergunta: – Ora, bolas! Por que você então não os consultou?
– Porque só fui encontrar essas opções agooooora, ao escrever a postagem. O único caminho diferente que encontrei foi justo esse do HTS – Holland Ticket Services.

A PRÓXIMA ABERTURA DO PARQUE, em 2020,
já está sendo anunciada para o período compreendido entre 21 de março a 10 de maio de 2020 no site https://keukenhof.nl.
“Dicas de visita :
Quer aproveitar a paz e tranquilidade de Keukenhof ? É menos movimentado antes das 10:30 e depois das 16:00.
A luz do sol da manhã e da tarde permite-lhe tirar fotografias maravilhosas. Também é menos movimentado nas segundas, terças e quartas do que nos outros dias da semana.”

O mapa marca, à direita, onde está o moinho de onde partem barcos que margeiam os campos de tulipas – outra atração de Keukenhof.
O moinho também está aberto à visitação e é bastante concorrido. Agora, se você quiser visitar moinhos, opções não faltam na Holanda e uma delas é Zaanse Schans, alvo de futura postagem.

ONDE COMER?
Moleza, se você tiver com o mapa do Paraíso na mão. Basta seguir o figurino, como dizia meu pai, e atender ao apelo de seu estômago. Daí, môquirido, não tem erro: você chegará rapidinho. Falou?
Aviso: não se impressione com o movimento que poderá encontrar nos restaurantes. Tudo é tão organizado, que você se servirá tranquilamente, a fila para pagar anda rápido, e lugares à mesa não faltarão. Fique tranquilo que já deu tudo certo.

Almoçamos no Wilhelmina – muito bom! A salada com camarões estava excelente.

E agora chega de blá, blá, blá e vamos ao vídeo e às fotos.

Um japa entrou na minha foto!…


Passagem do tempo…

 

 

As tulipas mais nobres ficaram abrigadas em uma estufa, incluindo uma chamada “Brasil” – assunto para a próxima postagem.

VIAJO. LOGO, EXISTO.

 

4 comentários em “HOLANDA. KEUKENHOF 2020. Comece a Se Organizar!”

  1. Querida amiga, pelo seu post e suas maravilhosas fotos deduzo que minha dica foi aprovada com louvor (rs).
    Pena que vc correu para pegar o ônibus de volta, mas a estória serviu para dar o toque de humor, sempre presente em suas publicações.
    Que bom que vc pegou o momento correto da abertura das tulipas!
    Em Keukenhof não tem erro! É só clicar que já deu certo! Beijos!!!

    Curtir

    1. Minha querida Angela! Só temos a lhe agradecer por ter aberto esse caminho maravilhoso para nós.
      Gratíssima por prestigiar, como sempre, meu humilde trabalho.
      Quando vi aquele horário marcado, não gostei. Agora, já experiente, quem sabe não volto daqui a alguns anos? Já estou me preparando para voltar ano que vem, mas não nessa época.
      Bjks e muito grata pelo comentário.
      Marilia.

      Curtir

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s