HOLANDA . AMSTERDAM . VAI COMER AGORA OU VAI LEVAR PRÁ LEVAR PRÁ CASA? SÓ COISA BOA!


IMAGEM DESTACADA – Fachada da Loja.

ENDEREÇO: Haarlemmerstraat 5 HS, 1013 EH Amsterdam, Países Baixos.
HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De 2ª à Sábado de 8.00 h às 22.00 / Domingo: De 10.00 h às 22.00 h.

Em nosso primeiro dia de Amsterdam chegamos ao hotel em torno de 12.00 h. Como o horário do check-in seria a partir das 14.00 h, deixamos nossas malas guardadas em um espaço apropriado e saímos para almoçar.
O frio era intenso. Natural que ainda estivéssemos nos sentindo estranhos no ninho, ignorando o que havia ao nosso redor, e por isso optamos por não ir muito longe.
Para nossa sorte e conforto, pertíssimo do Singel Hotel  encontramos um bistrô muito interessante – o Joselito –, onde almoçamos muito bem.
Saímos de lá e fomos fazer um rápido reconhecimento de território até que pudéssemos entrar no quarto do hotel. Era hora de começar a desbravar um pouco do bairro. E o frio nos abraçando prá valer…
Foi nessa andança que descobrimos, também ali na periferia, o Daily Fresch.  Mais sorte!…
Caminhávamos nessa mesma calçada quando uma vitrine colorida fez “psiu!” prá gente. Demos uma olhadela prá dentro da loja e entramos.

Era tudo o que precisávamos encontrar: frutas, sucos variados, queijos e frios de diversos tipos, água, iogurte… Os sanduíches, as saladas, as pastas, môquiridu, preparados na hora e à vista do freguês eram de aguar a boca. Tudo fresco e a preços convidativos.

O melhor de tudo é que o rapaz que nos serviu, e que nos pareceu ser o proprietário da loja, era argentino, o que facilitou bastante nosso contato. Vira e mexe passávamos lá para levar “o jantar” para o hotel – sanduíches e/ou saladas – mas nem sempre chegávamos a tempo.

Não havia frigobar no quarto do Singel Hotel, mas havia uma janela que nos servia de geladeira. Supimpa!
O frio era tanto (chegou a -2º certa noite), que deixávamos nossas compras dependentes de geladeira encostadas no vidro da janela para conservá-las. Nem preciso dizer que ficavam fresquinhas.
Em Bariloche deixávamos leite, suco, iogurtes, frutas, queijos etc. do lado de fora da janela.
Nosso quarto era de frente para o lago e na janela havia parapeito, o que facilitou bastante. O frio também era demasiado e convidava até prá deixar um sorvetinho nesse “frizi”.

Vez ou outra passávamos no Daily Fresh após as 17.00 h e já não havia mais ingredientes para compor os sanduíches preferidos. Daí, tínhamos que jantar fora, e optávamos pelo Joselito: muito bom bistrô, e o melhor de tudo: pertinho do hotel.

Ontem à noite, mais de 4 meses passados de nossa chegada ao Rio,  ao rever as fotos para publicá-las, percebi que havia garrafas de mate na geladeira do mercado. Mate português, aparentemente muito fraco, mas… era mate, infusão que adoro e que não vi na geladeira quando lá estive.

Vinhos de diversas procedências não faltam nas prateleiras do Daily Fresh. 

O mercado é completo; caso o cliente queira preparar seu alimento em casa, não faltarão opções.

Tâmaras recheadas com nozes eram tentadoras: para “comer agora” ou “levar prá casa”.

Nas tabelas abaixo, os preços dos sanduíches, saladas e das massas caseiras. Tudo muito gostoso.


Daily Fresh – Entrou uma vez, fica freguês.

CONTATO:

 

Deixe seu palpite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s