Arquivo da categoria: RIO DE JANEIRO

BRASIL. RIO DE JANEIRO . LEBLON: Quando Seu Paladar Necessita de Um Gostoso Abbraccio.


IMAGEM DESTACADA: Foto da Capa do Cardápio.

Já estivemos no Abbraccio algumas vezes e em todas saímos super satisfeitos com tudo.
O salão é muito espaçoso – composto por vários ambientes – , limpo, bem decorado, bem iluminado e há espaço suficiente entre as mesas para que as pessoas sintam-se confortáveis.
O atendimento é cortês, simpático e surpreende pela rapidez.

O restaurante ocupou um espaço antes destinado para estacionamento. Não faz parte da Praça de Alimentação, está um pouquiiiiinho afastado desse movimento – fica no corredor à esquerda da entrada dos cinemas -, mas faz um sucesso danado. Acho essa localização uma regalia.

Um dos salões do Abraccio que estacionou no Shopping do Leblon. Este espaço, antigamente, era destinado a vagas de automóveis. Santa transformação!

Esse saboroso Abbraccio privilegia as cidades de São Paulo, Campinas, Brasília e Rio de Janeiro.

O esquema do cardápio é muito interessante: consta de uma entrada, um prato principal e um acompanhamento.
Atente para o seguinte: é o prato principal que define o valor que o cliente pagará, independentemente do que ele pedir como acompanhamento ou entrada. Bebidas pagas à parte, como convém.
Exemplificando: na lista dos pratos de R$49,50, é este o valor que será cobrado pelo prato que você escolher dentre essas opções, incluindo ainda uma entrada e um acompanhamento, ambos sugeridos no cardápio.

A festa começa com um pãozinho crocante e quente para você molhar no azeite incrementado com ervas que é simplesmente divino. Clique abaixo e veja em segundos como lhe será servido.

A sopa do dia estava deliciosa – veio muito bem acompanhada por uma baita lasca de pão de alho -, mas a estrela da festa foi mesmo o Ravioli Al Formaggi- perfeito no tempero, na textura, na quantidade de molho, e  no melhor de tudo: continha recheio! como você pode ver na foto.

É pra ninguém botar defeito. Há de se ter muita personalidade para reclamar de alguma coisa.

“Nossa vida faz mais sentido quando sentimos fome e não quando nos alimentamos. O que nos movimenta não é o alimento, é o apetite…” Leonardo R. Pessoa

BRASIL. RIO DE JANEIRO. IPANEMA: Cantina da Praça – Café, Restaurante e Lugar Para Se Bater Um Bom Papo.


IMAGEM em DESTAQUE: Parte Externa da Cantina.

Na esquina da Jangadeiros com Visconde de Pirajá – mais precisamente no quadrilátero da General Osório e bem em frente à estação General Osório do Metrô –, foi inaugurada em agosto de 2017 a Cantina da Praça, cujo proprietário também inaugurou a Mercearia da Praça um pouco antes, quase ao lado.
Dias após já estávamos aboletados em uma mesa do mezanino para conhecer a novidade.

Ambientes também descontraídos atraem os desejosos de tomar um bom e sortido café da manhã, bem como os que apreciam saborosos pães de receitas italianas elaborados na própria casa com ovos caipiras. Massas frescas, molhos diversos, tortas salgadas e doces, saladas, salgadinhos e sanduíches também estão nas vitrines fazendo psiu prá quem passa. E para quem saiu de casa ávido por degustar “aquele prato de massa” quentinho e preparado com esmero, a seleção que a casa oferece no cardápio não decepciona. Não há como não gostar.

Os ambientes são aconchegantes, bem refrigerados e o deixam muito à vontade. Atendimento simpático e cortês caracterizam ambas as casas.

Um lugar mais particular, para você comemorar – e “bebemorar”, claro -, um momento importante acompanhado de um bom vinho? Também tem. Dê uma olhada na foto acima!…

As massas e os molhos que dão água na boca só em olhar.
Pães, pizzas ou mesmo aquele cafezinho rápido? A cantina também serve.
Salgados, tortas salgadas e sanduíches.
…a vez dos doces…

Creio que pelas fotos você possa, perfeitamente, imaginar os aromas que evolam desses pratos… E os sabores? Como dizia a famosa apresentadora de TV, é prá chamar os cachorros!… Será difícil você não sair de lá com um embrulhinho embaixo do braço.


Endereço:  Rua Jangadeiros, 28 – Ipanema, Rio de Janeiro.
Tel: (21) 3258-9540.
Horário de Funcionamento: de 2ª à 5ª: das 8.00 h às 00.00 h; 6ª e sábado: das 8.00 h à 1.00 h. Domingo: de 8h às 00h.
Cartão de Crédito e Débito: todos.


“O prazer da comida é o único que, desfrutado com moderação, não acaba por cansar.” – Brillat-Savarin , Anthelme

 

BRASIL. RIO DE JANEIRO . Satyricon, em Ipanema – Dica Para Quem Aprecia Um Bom Restaurante.


IMAGEM DESTACADA: O Jardim de Inverno do Restaurante.

O RESTAURANTE
se destaca por sua qualidade de serviço e culinária há quase 40 anos.
O forte são os pescados conservados à vista do cliente, que o escolhe e solicita seu preparo de acordo com as opções oferecidas no variado cardápio. Continuar lendo BRASIL. RIO DE JANEIRO . Satyricon, em Ipanema – Dica Para Quem Aprecia Um Bom Restaurante.

BRASIL. RIO DE JANEIRO . PETRÓPOLIS. Natal Imperial . DECEPCIONANTE!


IMAGEM DESTACADA: Rua da Imperatriz.

Vi a chamada para o Natal Imperial na internet e pensei de imediato que não precisaria mais viajar para o Sul para assistir àquele Continuar lendo BRASIL. RIO DE JANEIRO . PETRÓPOLIS. Natal Imperial . DECEPCIONANTE!

BRASIL . RIO DE JANEIRO (Cidade) . Restaurante Pobre Juan Village Mall – Confira Sua Conta Antes de Pagar!


Imagem Destacada: O rústico chic do Pobre Juan.

Somos quatro amigos que constantemente se reunem para bater um bom papo e atualizar as notícias. E como Já conhecia o restaurante Pobre Juan de Brasília e gostei muito, lá fomos nós para o do Village Mall.
Continuar lendo BRASIL . RIO DE JANEIRO (Cidade) . Restaurante Pobre Juan Village Mall – Confira Sua Conta Antes de Pagar!

BRASIL . RIO DE JANEIRO – PERU . CUSCO . Como Foi Voar Pela AVIANCAIXOTE AIR LINE.


IMAGEM DESTACADA: Rua de Cuzco no Centro Histórico.

O INÍCIO DO SACRIFÍCIO
Não sei porquê, não sou supersticiosa, mas não gostei do começo da viagem.
Nosso agente de viagens teve todo cuidado em nos passar pormenores a respeito das precauções que deveríamos tomar neste roteiro – incluiu o horário de check-in do Galeão, RJ, as agruras da altitude, a necessidade do uso de repelente, do protetor solar, de roupas e calçados confortáveis, dessas coisas -, mas, os marinheiros de primeira viagem assim como nós não poderiam imaginar o que lhes reservava a mãe natureza. Continuar lendo BRASIL . RIO DE JANEIRO – PERU . CUSCO . Como Foi Voar Pela AVIANCAIXOTE AIR LINE.

BRASIL . Rio de Janeiro: Olympe – O restaurante de M. Troisgros.


IMAGEM DESTACADA: Parte da Fachada do Restaurante.

Endereço: Rua Custódio Serrão, 62 – Lagoa Rodrigo de Freitas, RJ.
Telefone: 21 2539-4542

Interessante! Aprendi nos cursos de Reiki que tudo que é importante em nossas vidas está escrito: nascimentos, mortes, casamentos, divórcios, compras/vendas etc.
E que sempre que almejamos algum objetivo, devemos escrever o objeto de nosso desejo em papel, e de preferência, a lápis.
Independentemente do uso de canetas ou de qualquer outro tipo de marcador, o que importa é o registro.

A história de M. Troisgros começou aos seis anos de idade quando, por brincadeira, assinou um contrato com o renomado chef Paul Bocuse, amigo de sua família, para iniciar-se na arte culinária assim que alcançasse idade.

Não por acaso, dez anos após estava o jovem Claude Troisgros ao lado de M. Bocuse em um laboratório conhecido por cozinha, aprendendo a difícil combinação de cores e sabores dos alimentos – a mais pura e deliciosa alquimia. Cumpria-se o contrato.

A paixão pela arte começou em 1930 com seu avô, que já naquela época ousava na cozinha! Não só na elaboração de pratos, como também na maneira nada convencional de serví-los.

M. Troigros está no Brasil faz mais de trinta anos. Deixou a França para seguir M. Gaston Lenôtre em 1979, quando decidiu abrir aqui no Rio o Pré-Catélan.
Desembarcou em terras cariocas e aqui ficou para deleite dos apreciadores de uma boa mesa. Saiba um pouco mais clicando aqui.

O Olympe oferece um menu executivo atraente (pelo qual optamos) além das sugestões À La Carte, da qual faz parte uma sugestão diferenciada: um Menu Confiance em que o cliente fica à mercê da imaginação do chef. Cardápio: clique aqui.

P1110873
Olympe, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

P1110859 (1024x768)

Duas baguetes foram consumidas por quatro pessoas. Impossível resistir ao sabor e à crocância do pãozinho temperado.

P1110862 (1024x768)
Entrada: cavaquinha e aspargos.
P1110864 (1024x768)
Filé de Robalo.
P1110866
POM POM POM – Maçã Desidratada, Sorvete de Maçã Verde.
P1110867 (1024x765)
Sable Leger: Frutas Frescas, Sorvete de Frutas Vermelhas.

P1110869 (1024x768)Petit Fours variados acompanham o café.
IMPERDÍVEL!


CONTATO:

 

BRASIL, RIO DE JANEIRO, RJ: O Novo Boteco Belmonte em Copacabana.


Endereço: rua Domingos Ferreira, 242, esquina com rua Bolívar, em Copacabana.

REINAUGURAÇÃO:

Às 19.00 horas do dia 23 de junho de 2015, nasceu o novo Boteco Belmonte de Copacabana, para felicidade dos Belmontenses, fiéis frequentadores do boteco que o seguem como se fosse um blog: podem não passar por lá todos os dias, mas não o perdem de vista.

Antonio Rodrigues, o proprietário do Boteco, brindou seus convidados com chopp bem gelado, refrigerantes, água e coquetéis especiais preparados sob a batuta de Zan Andrade, que hoje atravessou a rua especialmente para essa festa.
Para acompanhar, bolinhos de bacalhau, esfirras, pastéis de carne e de frango com catupiri, linguicinha calabresa em molho acebolado, carne seca desfiada … e outros petiscos dos quais não me recordo. Inauguração prá ninguém botar defeito, coquetéis e salgados muito bem servidos.
Para não dizer que é tudo novo, as cadeiras estilo austríaco, em madeira maciça e vergada, são da antiga Casa – doce lembrança.
As paredes, antes verdes, estão forradas em painéis de madeira em acabamento rústico e o piso de ladrilhos hidráulicos foi substituído por pedras portuguesas.
Onde eram os banheiros agora estão a cozinha e o bar, lado a lado, e os toilettes foram transferidos para o sub-solo. Cadeirantes, idosos e pessoas com mobilidade limitada podem contar com elevador, recurso agora necessário.
No salão bem mais amplo, chama atenção um sofá espaçoso e confortável em forma de “U”, com capacidade para acomodar muitas pessoas. Feliz idéia.
A varanda continua, o ar condicionado funciona prá valer e alguns funcionários ainda me são familiares.
De parabéns seu proprietário, Antonio Rodrigues, de parabéns todos nós.

P.S.: Senti falta de uma peça decorativa do antigo Belmonte: o óleo de autoria de Nilton Bravo, conhecido pintor de botequins e padarias na década de 50 e 60.

P1110746 (1024x768)
O novo Belmonte.

*****

P1110750 (1024x768)
Painel executado com garrafas verdes e copos.

*****

P1110760 (1024x768)
Caldinho de siri abriu os trabalhos. Delicioso.

*****

P1110764 (1024x768)
Linguicinha calabresa acebolada. A porção era muito maior do que aparece na foto.

*****

P1110765 (1024x768)
Pastéis recheadíssimos de carne e frango com catupiri.

*****

P1110768 (1024x768)

Porção generosa de esfirra. Supimpa!

*****

P1110773
O trio responsável pelos drinks especiais. Zan – El Born –  no centro, comandando a rapaziada.

*****

P1110775 (1024x768)
Noite movimentada na Bolívar. Essa turma não coube no salão.

*****

OBSERVAÇÃO: Casa nova, cardápio novo.  E além da nova ementa (menu), como dizem os portugueses, o proprietário Antonio Rodrigues aplicou no Belmonte o mesmo esquema bolado para o El Born – outra casa de sua propriedade quase em frente ao “Bel”: garçons passam bandejas extrapolantes de delícias pelo salão. Algumas vezes troco o almoço ou jantar pelos petiscos. Veja se não tenho razão: bolinhos de feijoada, de carne-seca com ou sem queijo Catupiri, bolinhos de bacalhau, espetinhos de filé mignon, caftas com um molho danado de bom com uma chuvinha de queijo parmezon, bolinho de camarão com gengibre e muitos outros. Pastéis: camarão com ou sem Catupiry, queijo, picanha. Caldinhos: feijão, siri com gengibre, e batata barôa com bacon. Melhor, impossível.

COPACABANA, 20/9/2017 – ALMOÇO:
Voltamos de uma aventura praticada na ladeira íngreme do Forte do Leme (Duque de Caxias), e decidimos passar no Belmonte da Bolívar para nos condecorar pela façanha. Prêmio?… Um almoço dos deuses.
Antonio – que não é o Rodrigues -, estimado gerente dessa casa, providenciou o seguinte: tilápia grelhada ao molho de alho poró, saladinha, e batata rosti super crocante.
Não parou por aí: e o filé de linguado grelhado muito bem acompanhado pela salada Belmonte? Prá inglês nenhum botar defeito…
Nem vou lhes contar as delícias que estavam porque as fotos falam por si.

O Belmonte continua batendo um bolão. Não é à tôa que faz tanto sucesso.

img186

ROSA CRISTAL? Onde anda você?

BRASIL . Rio de Janeiro . Copacabana – El Born, O Endereço do Pecado da Gula.


IMAGEM DESTACADA: Interior do El Born.

Endereço: Rua Bolivar, 17, Copacabana, Rio de Janeiro-RJ
(21) 3496-1781 – Abre de Seg a Sex, das 17 h às 2 h. / Sáb e Dom, das 15 h às 2 h

Finalzinho de 2012, em Copacabana, nasceu mais uma casa comandada pelo Midas Antonio Rodrigues (leia-se Boteco Belmonte): o EL BORN, especializado em petiscos com sotaque catalão, mais precisamente, barcelonês.

A casa com decoração descontraída e aconchegante ocupou o lugar do Espelunca Chic para deleite dos fãs das casas de Antonio que já o conhecem de outros Carnavais e apreciam qualidade.
Pelas paredes e cardápio original – na verdade, um álbum de fotografias -, o bairro El Born de Barcelona é bem lembrado.

Sugerir o melhor prato é difícil porque tudo é muito saboroso. É fechar os olhos e escorregar o dedo pelas páginas do cardápio; onde parar, pode pedir que não vai se arrepender.

Semanalmente bato ponto na Casa. E quando não estou no El Born estou do outro lado da rua, no Belmonte. Eu e “meu fiel escudeiro e companheirão de viagens” somos habitués de ambos.

Vez ou outra leio comentários na internet a respeito dos preços – acham um pouco elevados. Não concordo e quanto a isso digo com convicção de que tudo vale cada centavo gasto. As porções são honestas, generosas e primam pela qualidade; nada minguado e enganador.
A prova de que tudo vale à pena está na clientela que abarrota as Casas de Antonio (seja dia útil ou não), para a felicidade geral da galera que gosta de comer bem em um ambiente onde só vai gente feliz. Gente mal humorada e que só reclama da vida não esquenta lugar no El Born.

O movimento maior vai de 5ª à sábado. Quem quiser saborear as famosas tapas, as divinas sangrias e os coquetéis mirabolantes que a rapaziada do bar prepara, tem que chegar cedo ou então corre o risco de ter que aguardar – na calçada ou no bar, bebericando drinks maravilhosos prá esquentar o tamborim.
O El Born é concorrido; e esperar também não custa nada e vale muito à pena.

As tapas citadas acima são comidinhas de sabores variados que os garçons trazem em bandejas e oferecem no salão. Quem nunca as experimentou não sabe o que está perdendo: bolinhas crocantíssimas de queijo, bolinhos de carne-seca, de bacalhau, de presunto e de jiló.
Pãezinhos de Monsieur Guérin (sim, senhor!) acompanhavam as porções generosas de creme de gorgonzola, morangos e molho adocicado de morango, alquimia elaborada no próprio El Born. M. Guérin fechou, mas os pãezinhos continuam saborosos.
Batatas bravas pequeninas e recheadas pacientemente com molho de tomate apimentado; polvo à vinagrete; camarões VG grelhados com rodelinhas de polvo, enfim… são muitos petiscos e só mesmo indo lá para experimentar.

E o laboratório comandado pelo chefe de bar Zan Andrade? O movimento é tão grande que o mestre conta com o apoio de Aragão, e mais dois funcionários especializados no assunto. A turma não é fraca e a noite inteira ouve-se o chacoalhar da coqueteleira.

Dia desses experimentei um coquetel fantástico de seriguela criado por Zan – o “Born Martini” – e um frozen de tamarindo, delicioso.
Só tenho a lhes dizer que adoro o El Born e tenho imenso carinho por todos os meninos e meninas que trabalham lá.
Ah! Quase ia me esquecendo: não fazem reservas, ok?

DSCN0524 (1024x763)
El Born – Bar a Vinhos, Sangrias e Tapas.
DSCN0525 (1024x768)
Capacidade para 72 pessoas.
DSCN0488
Zan Andrade, chefe do bar em plena atuação.

DSCN0522 (800x600)

DSCN0478 (800x600)
Coquetel de Frutas vermelhas sem álcool: morangos, amoras… e uma pitada de segredo. Pura delícia.
DSCN0483
Ei-lo: Born Martini – seriguela como base.
DSCN0492 (1024x634)
Bolinhos de Carne Seca e de Jiló. Olé!
DSCN0495 (800x654)
Em primeiro plano: pasta de gorgonzola, morangos, e molho adocicado de morango em fatia de pão de M. Guérin. Em segundo plano: queijos, azeitonas e tomate seco em tempero especial.
DSCN0506 (800x723)
Camarões VG grelhados e polvo.
DSCN0515 (800x600)
Rua Bolivar, 17
DSCN0529 (800x600)
Do outro lado da calçada, mais um Belmonte.
P1110108 (586x800)
El Born também é cultura. No cardápio, fotos de prédios barceloneses e detalhes da arquitetura da cidade se intercalam com nomes de pratos. Idéia muito bem bolada.
P1110125 (800x600)
E para aqueles que não pretendem sair da dieta, aí vai uma sugestão.
DSCN0547 (1024x768)
E segundo plano, pãozinho com pimentão vermelho e bacon bem crocante. Ao lado da porção de picanha, nos espetinhos do primeiro plano, as batatinhas bravas.
P1110105 (800x600)
Uma das Tapas oferecidas é esta: Bacalhau, Grão de Bico e Torradinhas.
P1110106 (800x600)
Risotinho de Camarão com Rúcula.
P1110114 (800x600)
Bolinhos de Bacalhau: em cada porção, duas unidades.
P1110112
Suco de Abacaxi
P1110119 (800x600)
Salada de Bacalhau com Purê de Grão de Bico.
P1110124 (800x600)
Salada de Abacate Grelhado com Atum. Delicia…
P1110120 (800x600)
O Tiramisu é um dos melhores que já provei.
P1110132 (800x600)
Churros autênticos como os que saboreei em Barcelona e Madri.
DSCN0550 (768x1024)
E para finalizar, mais uma estrela da Casa: Frozen de Tamarindo com pitada de segredo.

NOVIDADE!
Aproveitando o embalo das Olimpíadas o restaurante criou três novos pratos dos quais provamos e aprovamos dois: o Via Laietana e O Pla de Palau.
O primeiro, meu amigo, é divino! e estamos torcendo para esses pratos continuarem no cardápio. Merecemos.

20160731_144031 (742x1024)
Foto Marilia Boos Gomes.

Pla de Palau - Foto Marilia Boos Gomes.
Pla de Palau 

20160731_150227 (1024x562)
Via Laietana 

VAI VIAJAR ISTEPO MAIOR cópia

CONTATO: