Arquivo da categoria: FRANÇA

La Cooperative, Paris – Movimentada Brasserie na Rivoli.


Imagem Destacada: Fachada da Brasserie

*****

Uma olhada no cardápio me fez entender os resíduos que encontramos no chão do Café ao entrarmos. Por eles percebemos que o movimento da Casa havia sido grande na hora do almoço, mas isso não justifica a falta de atenção com a aparência do Café. Vassouras fazem milagres!

Aliás, o movimento em Paris não se resume aos dos cafés e restaurantes. A agitação está em toda parte e todo o tempo. A cidade só descansa de madrugada e olhe lá.

O cardápio oferece saladas bem originais, pratos bem elaborados, aperitivos e ainda porções de queijos e frios.
Há tábuas só de queijos (emmental, chèvre, brie e outros), outras só de frios (salsichas, salsichões, presunto e patés) e uma outra de queijos e embutidos.

Entramos apenas para tomar um cafézinho – na verdade, eles servem de muleta quando bate a vontade de ir ao banheiro ou descansar -, mas aos poucos começamos a apreciar o ambiente e nos deixando levar não apenas pelo cansaço, mas pela satisfação de estarmos degustando um saboroso café em uma das ruas mais chamativas de Paris, a Rivoli.

A decoração é muito original, beeem descontraída e chama atenção. E por conta dessa descontração acabei relaxando mais do que devia; abandonei-me sentada na cadeira a tal ponto, que depois tive até dificuldade em levantar. Eita momento bom!…

O atendimento não foi imediato, mas era simpático e educado. Valeu! Mas a sujeira no chão…

*****

P1090372 (1024x766) cópia

*****

P1090373 (1024x768) cópia

*****

P1090374 (1024x768) cópia

*****

P1090375 (760x1024) cópia
Vitrine só de doces. Uma loucura!

*****

P1090376 (1024x768) cópia

*****

P1090377 (762x1024) cópia

*****

img186*****

Moderadora: Rosa Cristal 

Cepe e Figue, Paris.


Foto em Destaque: Interior do Restaurante.

Endereço: 59, rue Saint-André des Arts 75006 Paris.
Telefone: +33 1 43 26 00 24

*****

Só me lembro que foi em um dia atípico, muito movimentado em Paris. Não me recordo se foi em fim de semana e muito menos a hora, mas isso não vem ao caso. Repentinamente, a cidade encheu. Não entendíamos de onde havia saído tanta gente. Jovens. Muitos jovens espalhados pela cidade. E daí, môquirido (dicionário manezês), encontrar um restaurante, um bistrô ou uma brasserie onde pudéssemos fazer uma refeição, foi difícil (caso você não saiba a diferença entre eles, clique aqui). Continuar lendo Cepe e Figue, Paris.

Marché Saint Germain, Paris – Em Reforma.


Foto em Destaque: Fachada do Mercado.
Endereço:  4-6 Rue Lobineau, 75006 Paris, França – Telefone: + 33 1 43 26 01 44.

*****

*****

Do Boulevard Saint-German avistei o mercado algumas vezes e me prometia visitá-lo, mas acabava passando batida. A curiosidade era assim… meio barro meio tijolo, até que em uma tarde, indo para não me lembro mais onde, mudei meu rumo e lá fomos nós.

Honestamente, foi decepcionante. O Mercado ocupa um quarteirão, era espaçoso (corredores largos), mas meio démodé. Pensei que fosse encontrar um poderoso Mercado tal qual o de São Paulo, mas me enganei.

Antes da reforma em curso havia lojas de sapatos, roupas masculinas e femininas – a de roupas masculinas muito interessante -, acessórios e ainda contava com um mercado onde se encontrava de tudo um pouco: peixes, frutas, legumes, queijos, temperos e muitos etecéteras.

Na Paris de 1760 o mercado abrangia a rue Montfaucon.
Entre 1813 e 1817 foi construído outro mercado após um incêndio e este edifício foi batizado com o nome de seu arquiteto: Mercado Blondel. 

O prédio atual, coberto, foi modificado nos anos 70, mas as reformas não pararam por aí e o edifício, mais uma vez, está sendo “atualizado”.
Segundo notícias do jornal Le Figaro de abril deste ano, o antigo mercado abrigará uma loja da Apple com 1.300 m² (a terceira no Centro de Paris), uma loja da Nespresso, uma da Uniqlo (rede de moda japonesa de preços bem convidativos) e ainda abrigará a Marks & Spencer Alimentar.
Segundo Jean-Pierre Lecoq, o administrador do VI Arrondissement, faltava notoriedade ao mercado.

Acho que não faltará mais.

Funcionava de terça a sábado das 8 às 20 h e aos domingos de 8 as 13.30 horas. 

Vamos aguardar para ver como ficará agora.

*****

P1090394 (1024x765)

*****

P1090395 (768x1024)

Em lojas populares os modelos de sapatos são idênticos aos encontrados no Brasil em sapatarias igualmente populares. Modéstia à parte, em matéria de calçados o Brasil bate um bolão em beleza e qualidade.

P1090396 (1024x764)

*****
P1090397 (768x1024)
Modelos idênticos aos que temos no Brasil, mas com uma grande diferença: os preços!

P1090398 (1024x763)

*****

VAI VIAJAR ISTEPO MAIOR cópia

*****

Moderadora: Rosa Cristal

Panoramas, Joufroy, Verdeau, Vivienne e Colbert – Passagens Cobertas em Paris.


IMAGEM DESTACADA: Galeria Vivienne, a mais elegante da cidade.

Roteiro elaborado por Anaté Merger para a Provence: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

Adoro galerias. Aqui no Rio me encanta a Galeria Menescal. Não me canso de admirá-la e sempre que posso dou um pulinho até lá. Falando sério, sinto-me em Paris. Continuar lendo Panoramas, Joufroy, Verdeau, Vivienne e Colbert – Passagens Cobertas em Paris.

Paris – De Babel a Eiffel. O que as torres têm em comum?


Foto em Destaque: Tour Eiffel.

*****

Roteiro elaborado por Anaté Merger para a Provence: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

*****

Em princípio, nada. Mas se analisarmos direitinho, lááá no fundo acho que têm algo a ver. Continuar lendo Paris – De Babel a Eiffel. O que as torres têm em comum?

Paris, França – Museu e Restaurante Museu d’Orsay.


Imagem Destacada: Detalhe do Teto do Restaurante Museu d’Orsay.]

*****

Roteiro elaborado por Anaté Merger para a Provence: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

****

MUSEUM PASS VALE À PENA?

Primeiramente, gostaria de alertar àqueles que adquirem o Museum Pass – uma caderneta de ingressos que permite visitar alguns pontos turísticos de Paris, museus e castelos fora da cidade. Continuar lendo Paris, França – Museu e Restaurante Museu d’Orsay.

FRANÇA: PROVENCE – Lac de Sainte Croix; Campos de Girassóis e Lavandas de Valensole.


Foto em Destaque: Terraroma Jaubert – Plateau de Valensole.

Roteiro elaborado por Anaté Merger para a Provence: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

Continuar lendo FRANÇA: PROVENCE – Lac de Sainte Croix; Campos de Girassóis e Lavandas de Valensole.

Fábrica de Chocolates Puyricard e Riez – Valensole, França.


Foto em Destaque: Jardineira em frente à destilaria Terraroma Jaubert.
Endereço: Les Grandes Marges, 04210, Valensole.

*****

Roteiro elaborado por Anaté Merger para a Provence: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

*****

FÁBRICA DE CHOCOLATES PUYRICARD, nossa primeira parada:

P1050646 (1024x768)

Para conhecer a fábrica é necessário agendamento e quem o providenciou foi Anaté Merger, jornalista brasileira residente em Aix  que opera turismo especializado no Sul da França. Continuar lendo Fábrica de Chocolates Puyricard e Riez – Valensole, França.

Aix-en-Provence – Nossa Passagem pelo Sul da França em 2014.


Foto do Destaque: Fonte Mousse no Cours Mirabeau.

Roteiro elaborado por Anaté Merger para a Provence: Rio de Janeiro / Lisboa / Nice (Menton; Saint Raphael; Biot; Saint-Paul-de-Vence; Villefranche-Sur-Mer) / Marseille (Calanques; Cassis) / Aix-en-Provence (Ménerbes; Cucuron; Carpentras; Isle-sur-la-Sorgue e Fontaine du Vaucluse; Uzés; Saint-Paul de Mausole; Saint-Saturnin; Saignon; Sault; Valensole; Lac de Sainte-Croix) / Paris (Estrasbourg) / Lisboa (Lagos; Tavira ) / Rio de Janeiro.

*****

*****

UM POUCO DE HISTÓRIA:

Cidade fundada em 122 A.C. conta atualmente com mais de 140 mil habitantes.

Aix – inicialmente chamada de Aquae Sextiae – deve seu nome ao romano Gaius Sextius Calvine, que até hoje empresta seu nome a um spa – Thermes Sextius – instalado na cidade. Neste local funcionava uma terma romana da qual ainda se preservam algumas ruínas.

Continuar lendo Aix-en-Provence – Nossa Passagem pelo Sul da França em 2014.