Arquivo da categoria: FUI E GOSTEI!

ARGENTINA – Geleira Perito Moreno – Aguenta, coração!


IMAGEM DESTACADA: Lado Sul do Glaciar Perito Moreno

*****

Clique aqui e assista a 4,52 minutinhos de vídeo só para você ter uma idéia do colosso Perito Moreno. É fantástico!

1- GELEIRA ou GLACIAR?

Tanto faz. Geleiras – termo usado no Brasil – são sucessivas camadas de neve que se cristalizam ao longo de longos anos. Ocorrem quando o degelo é menor que a queda de neve; esse acúmulo solidifica-se e acaba criando quilômetros de extensão de gelo e paredões que atingem alturas inimagináveis.
A geleira Perito Moreno, por exemplo, conta com 5 km de largura e Continuar lendo ARGENTINA – Geleira Perito Moreno – Aguenta, coração!

Argentina – El Calafate: Cidade Alegre, Colorida, e Movimentada (parte I)


FOTO em DESTAQUE: Aterrissando em EL CALAFATE.
Na foto vemos o Rio Santa Cruz.

Abaixo: Lago Argentino, um dos berços do Rio Santa Cruz. Sua nascente, na verdade, é no Lago Viedma.

NÃO CAIA NESSA! O MAU SERVIÇO do receptivo Huellas del Sur.
(Nem sempre a última impressão é a que fica)

A responsabilidade do transfer aeroporto-hotel ficou a cargo de uma empresa de turismo que deixou a desejar em seus serviços – a Huellas del Sur  (7 de diciembre, 29, local nº 2), quase ao lado do hotel em que nos hospedamos. Continuar lendo Argentina – El Calafate: Cidade Alegre, Colorida, e Movimentada (parte I)

PATAGÔNIA ARGENTINA – Pinguineira da Ilha Martillo (Canal de Beagle)


FOTO EM DESTAQUE: Uma das estrelas da ilha.

Pontualmente chegamos ao lugar marcado – mais uma vez, o porto de Ushuaia – antes de 7. 45 da manhã. Quando vi o tamanho do veículo confesso que fiquei assustada. O que nos aguardava para precisarmos de um veículo daquele porte? Continuar lendo PATAGÔNIA ARGENTINA – Pinguineira da Ilha Martillo (Canal de Beagle)

Florianópolis, SC – Café da Praça, em Santo Antonio de Lisboa.


IMAGEM DESTACADA: O Balcão do Café da Praça.

No coração de um de meus bairros prediletos de Florianópolis fica o Café da Praça (48-3207.2297) cuja localização você vê no mapa aqui em cima.
Há muito eu e meu fiel escudeiro vínhamos namorando o endereço, até que outra agradável surpresa Continuar lendo Florianópolis, SC – Café da Praça, em Santo Antonio de Lisboa.

Peru, Lima – Huaca Pucllana, Sítio Arqueológico.


IMAGEM DESTACADA: Modelo de construção anti-sísmica criado pelos povos pré-incas . Templo construído entre os anos 200 e 700 D.C.


Endereço: Calle General Borgoño cuadra 8 S/n, Distrito de Lima, Peru

O QUE É HUACA?
No idioma Quechua significa um lugar ou algo considerado sagrado ou ainda um deus de proteção.
Viajando para Lima você poderá visitar duas huacas:  uma no bairro de San Isidro – a pirâmide Huaca Huallamarca localizada em um sítio arqueológico que poucos conhecem – e a outra em Miraflores, onde estão as ruínas de Huaca Pucllana, bem mais visitada. Continuar lendo Peru, Lima – Huaca Pucllana, Sítio Arqueológico.

PORTUGAL – Um Rolê Pelas Ruas de Lisboa.


IMAGEM DESTACADA: Subida da rua da Mãe d’Água.

*****
Saímos do Sana Rex Hotel, em frente ao Parque Eduardo VII e descemos a rua Castilho até a rua do Salitre. Atravessamos a rua Braamcamp, a Alexandre Herculano, a Rosa Araújo e a Barata Salgueiro para a alcançarmos.

2000-1024x668
Parque Eduardo VII visto do quarto do Sana Rex Hotel.
1947-1024x768
Rua Castilho, endereço do Sana Rex Hotel.

1948-1024x768

Na Braamcamp esquina de rua Castilho destaca-se esse prédio. A sensação é a de que uma grande caixa de vidro foi inserida dentro da antiga estrutura. “Ao vivo e em cores” é impactante. Continuar lendo PORTUGAL – Um Rolê Pelas Ruas de Lisboa.

Lisboa – Centro Comercial Vasco da Gama e Parque das Nações.


NUMA TACADA SÓ: Os prédios São Gabriel e São Rafael, as tulipas da Estação Ferroviária Oriente, o Centro Comercial Vasco da Gama, e o Pavilhão de Portugal em primeiro plano (Expo Mundial de 1998).

O Centro Comercial Vasco da Gama, a Gare do Oriente –também conhecida como Gare Intermodal de Lisboa ou Estação Ferroviária de Lisboa/Oriente – estações ferroviária e rodoviária – e o Parque das Nações são, praticamente, uma coisa só. Quando penso em um imagino imediatamente o conjunto; não tem jeito. Continuar lendo Lisboa – Centro Comercial Vasco da Gama e Parque das Nações.

PERU, Lima – Barranco, Tradicional Bairro da Capital


FOTO EM DESTAQUE: Modelo de Arquitetura das Casas do Barranco.

Pegamos um taxi em Miraflores e rumamos para o Barranco.
O motorista contou-nos, empolgado e com certo orgulho, parte da história do bairro onde nascera.
Segundo ele, o Barranco andou meio decadente e acabou se transformando em ponto de venda de drogas e cenário para constantes assaltos.
Entretanto, movidos pela vontade em recuperar o famoso bairro, os moradores se reuniram e reagiram ao descaso da municipalidade: em vias públicas bloquearam passagens com espetos em ferro, tal qual fazemos aqui no Brasil em casas de cidades mais vulneráveis a esses ataques.
Como resultado dessa atitude defensiva, a municipalidade também reagiu e devolveu um bairro totalmente renovado aos limenhos e aos turistas que procuram por bons restaurantes ou queiram fazer um belo passeio a pé e apreciar a bela vista do litoral.

Continuar lendo PERU, Lima – Barranco, Tradicional Bairro da Capital

PERU, Lima – Mercado de Surquillo. Para Quem Gosta do Babado.


IMAGEM DESTACADA: Mercado de Surquillo.

Localização: Paseo de la República, esquina de Ricardo Palma. Surquillo.
Horário de funcionamento: Diariamente de 6 a.m. a 4 p.m. ,

*****

Esse mercado ganhou notoriedade após tornar-se público de que os grandes chefs o frequentam. Não é para menos. O Mercado do bairro Surquillo tem de tudo e mais alguma coisa de que você nem desconfia.
Por fora nada a ver com “bela viola”, mas por dentro surpreende apesar de seu jeitão assim… meio descabelado. Continuar lendo PERU, Lima – Mercado de Surquillo. Para Quem Gosta do Babado.

França. Provence – Lourmarin


IMAGEM DESTACADA: trepadeira que encontramos em local público.

COMO CHEGAR

Lourmarin foi nossa última parada nO dia 04.6.2013. Como você vê no mapa, a cidade fica bem próxima de Aix-en-Provence, onde fincamos bandeira. O acesso é pela D943 entre Apt e Cadenet.  Ideal para você visitá-la em um dia em que queira ficar mais tranquilo, sem ter que acordar muito cedo.

É pequena – pouco mais de mil habitantes – e, como as demais cidades provençais, cheia de charme. Tamanho não é documento, nos diz o velho ditado, e Lourmarin o comprova.

O CASTELO

Foi recuperado e mobiliado em 1921 pelo industrial Robert Laurent-Vilbert. É composto por duas partes: o antigo, construído no Século XV em estilo mais defensivo e o mais novo, construído no século seguinte no estilo Renascentista.

Os escritores Albert Camus e Henri Bosco (romancista) repousam na cidade. Camus, prêmio Nobel de Literatura fez da cidade sua última morada. Bosco encontrou no Luberon e em Lourmarin suas principais fontes de inspiração.

No século XIV Lourmarin foi desertada por conta de saques e da peste. Os Vaudois, vindos dos Alpes, repopularizaram a cidade.

O QUE FAZER NA CIDADE:

Como atração eu diria para você passar na igreja e/ou visitar o castelo. Ah! E a feira que é montada todas as sextas-feiras pela manhã, imperdível como todas, mesmo sendo pequena.

O Castelo Renascentista, também conhecido por Villa Médicis de Provence, é palco para diversos tipos de atrações – jazz, rock’n roll, exposições, concertos de músicas clássicas e conferências, principalmente no Verão.  É propriedade da Academia de Belas Artes e Letras de Aix-en-Provence, que o ocupou com uma Fundação para artistas e aí organiza manifestações culturais.

Quanto à sugestão “passar na igreja” tenho a lhe dizer o seguinte caso não seja católico: – encare-o como um monumento histórico e aprecie sua arquitetura. Fui criada no catolicismo e adoro sinagogas e todos os ensinamentos judaicos. Nada interfere em crenças a não ser a insegurança.

No mais, caminhe pelas ruas estreitas e sinuosas. Observe tudo com a mesma curiosidade de quem vê o mar pela primeira vez.
Escolha um Café e relaxe por alguns instantes nesse cenário. Caso sua dieta não seja tão radical, acompanhe o café com um bonito pedaço de torta. Conheça os sabores da Provence!, é sua oportunidade. Visite as lojinhas de souvenires e se encante com centenas de artigos, cada uma mais interessante que o outro.

 

383 (1024x768)
Fonte com três máscaras. Honestamente, esse vômito de musgos não me agradou.

Após a fonte das três caras tome a orientação turística à direita. De lá aprecie a bela vista de um templo protestante construído pelos Vaudois no final do século XIX.

*****

381 (1024x765)
Caminhe muito pela cidade. Por mais que queira e que tenha personalidade forte, não se perderá em Lourmarin.

*****

380 (1024x768)

379 (1024x768)

378 (1024x765)

377 (1007x1024)

*****

Fonte de algumas informações: Revista Provence nº 60 de Jun/Jul/Ago de 2014.

img186 cópia

*****

Moderadora: Rosa Cristal