BRASIL: FLORIANÓPOLIS, SC – Chopp Também Viaja, Istepô! SARAGAÇO KOMBI CHOPP.


IMAGEM em DESTAQUE:  o Chopp – Truck do Daniel.

Segue no mapa o endereço de onde a coruja dorme:

Môquiridu, o título não se trata de um blefe. Nada disso. A turma é festeira e leva o compromisso com a diversão muito a sério.
É mariscada de um lado, é a ostralhada¹ de outro, é festa junina com a moçada vestida a caráter – bom esclarecer que dançam quadrilha (improvisada) e tudo!… -, é Natal, Ano Novo, aniversários… A turma é animadíssima e não deixa escapar na-da. Não param prá respirar, estão sempre comemorando alguma coisa. Comemoram até aquele “Ói, ói, ó!” (dicionário manezês no alto da página) pronunciado em falsete, em alto e bom som.

foto-de-daniel
Daniel Costa apresenta a SARAGAÇO CHOPP e uma amostra de chopp geladin, geladin.

*****

A animação da turma foi o ponto de partida para Daniel pensar em colaborar com outras festanças – saragaço, conforme os ilhéus chamam esses encontros festivos.
Daí, pensaram: por que não botar o chopp prá viajar e ir a seu encontro? Num minuTinho (pronúncia linguodental da letra T, como convém, certo ?) lançaram a SARAGAÇO CHOPP. 

16143852_10211038085422075_4013922803059193632_o-704x674

Imagine a seguinte cena: você está na praia…, com esse Verão-maçarico batendo forte na moleira…, morrrrreeennndo de sede… e aí você vislumbra a SARAGAÇO CHOPP, linda de morrer, paradinha na beira da praia…, recheada de chopp gelado e fazendo um sonoro Psiu! prá você. Vai pensar que é miragem, né istepô? Então, acabe logo com essa sofrência, vá lá e confira.

16179269_10211038086222095_7724746117036093098_o-1024x668

MAS… O QUE É SARAGAÇO?

A explicação para “saragaço” que você poderá encontrar nos dicionários, nada tem a ver com a proposta de Daniel – muito pelo contrário.
Para os manézinhos da ilha, saragaço é justamente o antônimo do real significado da palavra. É sinônimo de festança, de alegria, de felicidade. É comemorar a vida e a satisfação de estarem juntos a familiares e amigos queridos.

COMO ENCONTRAR A MINA?

Daniel sempre esteve envolvido com público e com turismo. Portanto, natural que esteja à frente da COSTA EVENTOS e PRODUÇÕES, e agora com a SARAGAÇO CHOPP.
Você poderá contatá-lo pelos telefones: Whatsapp (48) 984213761 e 999248160.
A kombi circula na Grande Florianópolis e, dependendo do pedido, cobra frete. Serve até quatro tipos de chopp.

15844196_10210796063891688_8917699515338322252_o-1024x556

Seja rápido, moquiridu, pra não mofar com as pombas na balaia!

1- OSTRALHADA – Festança de dezenas de dúzias de ostras promovida pelo Daniel em sua página . Quer saber mais? Clique aqui, ó.

*****

vai-viajar-istepo-maior-copia

*****

 

ARGENTINA: El Calafate – Cidade Alegre, Colorida, e Movimentada (parte I)


FOTO em DESTAQUE: Aterrissando em EL CALAFATE.
Na foto vemos o Rio Santa Cruz.

Abaixo: Lago Argentino, um dos berços do Rio Santa Cruz. Sua nascente, na verdade, é no Lago Viedma.

NÃO CAIA NESSA! O MAU SERVIÇO do receptivo Huellas del Sur.
(Nem sempre a última impressão é a que fica)

A responsabilidade do transfer aeroporto-hotel ficou a cargo de uma empresa de turismo que deixou a desejar em seus serviços – a Huellas del Sur  (7 de diciembre, 29, local nº 2), quase ao lado do hotel em que nos hospedamos. Continuar lendo ARGENTINA: El Calafate – Cidade Alegre, Colorida, e Movimentada (parte I)

PATAGÔNIA ARGENTINA: Ushuaia – HOTEL FUEGUINO.


FOTO DESTACADA: hall do hotel.

dscn0091-1024x760

Acima e abaixo: vistas dos quartos da parte dos fundos do hotel.

dscn0092-1024x760

dscn0093-1024x768

Acima: no mezanino, hall dos elevadores e corredor de alguns quartos. Abaixo, salas de estar próximas ao restaurante.

dscn0094-1024x768

dscn0097-1024x768
À direita, entrada do Hotel Fueguino.

*****

dscn0292
Recepção e estar.

O Fueguino não está localizado no “Centro” de Ushuaia propriamente dito  – proximidades do porto -, mas é avizinhado.

Há o inconveniente de termos que subir algumas ladeiras bem inclinadas para se chegar ao hotel a pé, mas nada que um taxi não resolva caso você não esteja a fim de escalar montanhas.

Funcionários educados e simpáticos. Café da manhã bom. E por falar em café, a equipe responsável por essa área nem sempre esteve atenta às reposições…

O hotel conta com restaurante. Nada excepcional, mas quebra um galho.

Quarto e banheiro de bons tamanhos e limpos; colchões e travesseiros confortáveis; roupas de cama limpas.

img186-2

ROSA CRISTAL com a palavra.

PERU, Lima – Restaurante L’Eau Vive.


IMAGEM DESTACADA: entrada do prédio onde fica o restaurante.

Bem próximo ao PALÁCIO TORRE TAGLE está o restaurante L’EAU VIVE de culinária francesa e internacional como anunciam na porta.

O nome nos remete imediatamente àquela culinária requintada, mas não é nada disso – muito pelo contrário. Trata-se de comida simples, porém bem elaborada, feita com muito capricho pelas freiras  e onde se percebe um sotaque francês – da senhorinha que me pareceu administrar o restaurante.

Aguardamos a abertura do salão e entramos. Logo, logo estava lotado por pessoas habituadas a frequentá-lo. Percebemos nitidamente que pelos cumprimentos amáveis ao chegarem ao restaurante, não se tratavam de “forasteiros” como nós.

Fomos os primeiros a entrar e a fazer os pedidos, e quase os últimos a serem atendidos. Distração da cozinha fez com que nos aproximássemos um pouquinho mais daquela senhorinha francesa, simpaticíssima, que se desdobrou em desculpas pelo atraso de nossos pratos. Valeu pelo rápido contato.

Esse atendimento prá lá de especial de parte da senhora e de todas as meninas que trabalham no salão é responsável pela casa cheia. Não é só esse aconchego de casa de avó que conta. Na na-ni na-não! Faz parte desse contexto o imóvel em si – clássico, maravilhoso -, a limpeza do ambiente e a aparência e o sabor da comida.  Ah! E o preço.

Valeu demais!

*****

P1130117 (1024x865)

A placa chama atenção para o Canto da Ave-Maria todas as noites.

P1130124 (1024x870)

*****

P1130126 (1024x742) (1024x742)

Como entrada, manga com camarões. E como pratos principais: camarões com molho levemente adocicado com côco e peito de frango com molho de amêndoas.

P1130130 (1024x768)

P1130131 (1024x585)

O ÁGUA VIVA é uma excelente opção para quem está no Centro Histórico de Lima e deseja saborear comida saudável.

*****

VAI VIAJAR ISTEPO MAIOR cópia

Moderadora: ROSA CRISTAL

BRASIL, SC: VICKY HAUS – Barra Velha.


ONDE ENCONTRÁ-LA: A VICKY HAUS está a 9 km do Museu Oceanografico (o maior da América do Sul), a 14 km do Beto Carrero, a 5km do Bali-Hai, a 2 km da praia do Grant (onde tem uma ilha que está começando a ser famosa ).

Saindo de Florianópolis na direção norte da BR 101, após aproximadamente 1. 30 h de viagem, você encontrará um monumento poderoso em madeira (um posto de gasolina e um pequeno shopping) chamado Parada Ferretti – alvo de futura postagem.

Já disse e repito que faço o trajeto Rio / Florianópolis / Rio há 60 anos. Qualquer novidade que chame nossa atenção na beira da estrada, partimos prá cima.

Ao inaugurarem a Parada Ferretti, os avisos colocados estrategicamente ao longo da BR chamavam atenção para a novidade, mas, por mais que se esmerassem em pormenores, estariam longe, muito longe da realidade.

A Parada Ferretti tem uma história linda de paixão pela natureza – e que história! – que abordarei em futuro. O assunto agora é a VICKY HAUS, uma loja de artesanatos nativos e importados que chama atenção pela originalidade de suas peças. Fica aonde? Na Parada Ferretti!

Foi da parede envidraçada do banheiro feminino (da Parada) que a loja chamou-me atenção. Mais interessada fiquei pelas peças, quando vi da distância em que estava alguns peixes (grandes) na vitrine. De longe, me pareceram ser de cerâmica, mas não era nada disso: eram almofadas!!! deliciosamente robustas e macias. Não me contive e entrei.

À medida em que avançava, mais me deslumbrava com o bom gosto dos artigos que a loja oferece – inda mais com uma funcionária me abrindo caminho com muita delicadeza e simpatia.

Há ofertas para todos os gostos: gaiolas lindas, porta-retratos, almofadas, móveis, quadros, objetos decorativos para cozinhas, bares, varandas, salas, jardins.

Certamente você encontrará familiaridade em determinados trabalhos, mas, mesmo assim, tenho certeza de que até então nunca os havia visto nos tamanhos apresentados. Confira nas fotos:

dscn3265-1024x768

Independentemente das almofadas, o mexicano cochilando destaca-se na loja, em dois tamanhos. O maior ficou na vitrine. Sugestão apresentada no site da Vicky Haus: colocar pequenos vasos com cactáceas na aba do chapéu.

dscn3266-1024x768

O lírio da esquerda, a costela de Adão (ma-ra-vi-lho-sa) e a folha de bananeira,à direita, são os destaques dessa parede.

dscn3267-1024x768

As almofadas em formato de peixe e tartaruga são modelos exclusivos da Vicky Haus.

dscn3270-1024x768

Graciosas flores naturais resinadas destacam-se em fundo de madeira de demolição pintada de branco. Parece ladrilho, mas não é.

dscn3271-1024x768

Artesanatos muito bem acabados e pintados com esmero, moldados pelos indígenas que habitam a região, também fazem parte da coleção da loja.

dscn3272-1024x768

Não poderiam faltar os trabalhos de cestaria de fino acabamento, tingidos com tintas que a própria natureza oferece.

dscn3273-1024x768

Protetores para braços de poltronas com porta-copos.

dscn3274-1024x768

O suporte do tampo da mesa é maciço! e foram necessários muitos braços fortes para deixá-lo onde está.

dscn3275-1024x768

Delicado trabalho em ferro no biombo vazado.  A peça é importada, bem como a luminária da direita.

dscn3277-1024x768

Mais luminárias e adornos de parede importados. Artesanatos delicados em que pese sua rusticidade.

dscn3278-1024x711

Peças muito bem trabalhadas em mosaicos e pratos de vidro para bolos de fino acabamento.

dscn3279-1024x768

No Caixa destacam-se: o cabide decorativo e a utilidade do aviso para quem deseja dar aquele toque de originalidade no jardim.

Idéias para presentes não faltam. Na foto em destaque, no alto, um jardim de almofadas colore a página.

Eu mesma teria adquirido algumas peças caso houvesse espaço no carro, porém estávamos abarrotados. Mas na próxima vez, não será preciso ninguém estalar os dedos porque… “eu volto”.

img186-2

ROSA CRISTAL comenta

ARGENTINA: Ushuaia – Kaupé – Bom Restaurante no Alto da Colina.


FOTO EM DESTAQUE: O bar estiloso do Kaupé.

Na recepção do Hotel Fueguino pedimos que ligassem para o Kaupé e fizessem o obséquio de reservar lugar para duas pessoas, caso houvesse possibilidade.
Não demorou muito a recepcionista balançou afirmativamente a cabeça e disse que poderíamos ir tranquilamente porque nossos lugares estavam garantidos.
Em lá chegando, não havia reservas em nosso nome. Concluímos que a tola só havia confirmado se ainda havia lugares disponíveis, e ficou por isso mesmo.
O Kaupé é considerado um dos melhores restaurantes de Ushuaia; como não é espaçoso e é concorrido, a reserva é aconselhável. Outro pormenor: não conta com estacionamento, e por ficar em uma parte alta da cidade, a utilização de um taxi é bom negócio.

dscn0284-1024x768

A originalidade do porta-guardanapos chamou imediatamente nossa atenção.

Pães chegaram à nossa mesa tinindo! Foram servidos quentinhos e crocantes. E para não fugir ao nosso costume, sempre saboreamos alguns pedacinhos sem o acompanhamento das pastas. Estavam deliciosos.

dscn0290-1024x768
Salão com decoração simples e agradável.

*****

dscn0283-1024x768

Do salão vislumbra-se bela vista de Ushuaia. Ao reservar, procure pelas mesas junto à janela. É o desejo de todos, mas… quem sabe, não será seu dia de sorte?

dscn0286-1024x768

Entrada: finas fatias de lombo de novilho, alcachofras, alcaparras, queijo provolone e azeite de oliva. Prato gorduroso (não são meus preferidos!), mas… confesso que estava saboroso.

Nota: Alcaparras e alcachofras passaram distante; muito distante do prato. Pensei até que fosse receber algum prêmio caso as encontrasse.

dscn0289-1024x768 Como prato principal: filé mignon ao molho de ameixas (Lomo Salsa Ciruelas), acompanhado de batatas.

kaupe-restaurante-ushuaia

O preço dos pratos combina com o endereço do Kaupé: lááá em cima…
Mas… valeu.

*****

img186-2

ROSA CRISTAL comenta

 

 

PERU, Lima – Pescados Capitales


FOTO DESTACADA: Imagem do Jogo Americano do Restaurante.

Seria difícil dizer qual restaurante em Lima é o mais original ou o mais luxuoso, mesmo que tivesse conhecido todos. Também não posso afirmar que o Pescados Capitales seja o mais descontraído da cidade, mas arrisco dizer que está incluído no rol dessa categoria, digamos assim.

Logo que entramos a impressão foi de estarmos em um pátio mexicano. O local é muito amplo, claro, ventilado, e a decoração rústica e leve contribui bastante para essa descontração. Trata-se de um restaurante de excelente reputação, de cardápio variadíssimo e tão original quanto o nome da Casa.

Os jogos americanos apresentam os Sete Pecados de maneira bem singular e divertida: cada um refere-se a uma figura marinha e sob cada figura há uma legenda. A Soberba, por exemplo, é retratada por um cavalo-marinho e a legenda diz o seguinte: “Sou o máximo até que se prove o contrário”. A Ira, por um peixe de dentes fartos e pontiagudos; a Luxúria pela lagosta, e por aí vai.

Na imagem destacada está o polvo. Abaixo, a tartaruga aparece como a Preguiça.

P1130484 (1024x731)

Os pratos estão separadas por tipo de “pecado”. Mas, como os principais são sete, o restaurante considerou qualquer deslise como falta grave e o incluiu no menu. Sorte nossa – o menu só cresceu…

Há um espaço coberto com uma grande mesa no lado oposto ao canteiro, e um bar caprichado em uma espécie de varanda, localizada de frente para o salão.

P1130491 (1024x768)

O atendimento é simpático e cortês, mas nem sempre rápido devido ao movimento da Casa. Já escrevi em outra postagem que os restaurantes em Lima superlotam num piscar de olhos e o Pescados Capitales não foge à regra.

P1130454 (1024x767)

P1130457 (1024x768)

Pescados Capitales – simplicidade, charme e aconchego.

P1130458 (1024x768)

É o restaurante mais espaçoso que conheci nessa primeira visita a Lima.

P1130459 (1024x678)

P1130460 (1024x768)

Milho torrado e salgado como aperitivos – delícia com gostinho de pipoca.

P1130462 (1024x768)

Aqui começam os deliciosos pecados. No cardápio você vê um título muito interessante: a CAUSA do Pecado. Essa causa não se trata do motivo da transgressão, mas o nome de um prato pré-colombiano herdado  pelos peruanos.

A base é composta por purê de batatas, aji amarelo (uma pimenta muito utilizada na culinária peruana), limão, ovo cozido, alface, azeitonas pretas e abacate. Não quer dizer que você não possa recheá-las com outros ingredientes – tudo é questão de gosto e criatividade.

Quando prontas assemelham-se a docinhos de festas de aniversário.  São servidas frias e são saborosíssimas. Não sendo delicadas como as da foto, podem ser servidas no formato de um bolo de carne.

P1130476 (1024x768)

*****
P1130465 (956x1024)

P1130466 (961x1024)

P1130468 (1024x679)

Abaixo, os pratos são classificados como NOSSOS PECADOS:

P1130469 (723x1024)

Pela designação dos pecados listados no menu, somos eternos devedores. Agora, em se tratando de um cardápio, vale muito à pena cometermos esses tipos de faltas. Literalmente, e com trocadilhos, peco com muito gosto.

P1130472 (827x1024)

P1130473 (913x1024)

Até vegetariano peca. Imagine isso…

P1130474 (1024x715)

O começo de nossos trabalhos não poderia ter sido melhor: ceviche acompanhado de milho branco.

P1130478 (1024x768)

Prato principal: camarão VG e abóbora.

P1130481 (1024x768)

Pecando desse jeito você não precisa se redimir. Orar, sim. E agradecer aos céus  por mais esse momento lindo.

VAI VIAJAR ISTEPO MAIOR cópia

Moderadora: ROSA CRISTAL

Continuar lendo PERU, Lima – Pescados Capitales

PATAGÔNIA ARGENTINA, Ushuaia – Maria Lola Restô.


FOTO EM DESTAQUE: Vista do Restaurante.

Foi um dia em que estávamos de bobeira e não sabíamos onde almoçar. Pedimos sugestão ao pessoal da recepção do Hotel Fueguino, onde estávamos hospedados, e a sugestão não poderia ter sido melhor.
Primeiramente, o restaurante fica pertinho do hotel. Em segundo lugar, é ótimo! da recepção às despedidas.
Chegamos assim que abriram o restaurante; encontrá-lo vazio foi ótimo porque pude fotografar à vontade.

dscn0250-1024x768

dscn0253-1024x757

Ambientação agradável, aconchegante. Paredes de cor alaranjada para ajudar a “aquecer” os salões do restaurante.

dscn0262-1024x768

Pães quentinhos e saborosos e uma pasta de salmão abriram nossos trabalhos.
Foi o jovem simpático e educado chamado Hugo que ajudou-nos a escolher os pratos.
dscn0264-1024x768

O espaguete com centolhas veio caprichado. Só achei um pouquinho ácido devido ao excesso de molho de tomate.

dscn0270-1024x768

Do restaurante avista-se um panorama privilegiado: o porto, no Canal de Beagle, uma pequena parte da cidade, e a Iglesia Nuestra Señora de la Merced. Nossa intenção após o almoço era entrar no templo e orar para agradecer por esse momento lindo, mas… estava fechada.

dscn0265-1024x768

Sorvete de calafate como sobremesa; um café, a conta, e as despedidas de Hugo e dessa vista deslumbrante que se descortina do Maria Lola Restó.

Vista que é capaz de alimentar a alma dos indiferentes e/ou materialistas do antes de qualquer garfada.

dscn0273-1024x684

Acima, o que se vê do salão do restaurante em frente e à esquerda. Abaixo…

dscn0272-1024x603

…  o que se vê à direita.  No vídeo postado no final, você poderá ver todo o panorama. Fraquinho, mas dá para você ter uma idéia do lugar.

dscn0274-1024x768

O restaurante, visto do jardim.

*****

Vou logo avisando que esse vídeo (de minha autoria) é bem sem graça – Maria Lola Restó

img186-2

Com a palavra, ROSA CRISTAL.

 

PATAGÔNIA ARGENTINA – Ushuaia. Lagos: Escondido e Fagnano.


FOTO EM DESTAQUE: Lago Fagnano.

Vídeo Lago Fagnano: clique aqui (2 ‘ 13 ”)

O dia era de aventura para as crianças e jovens que estavam no passeio. Nada a ver com dois idosos como nós – bem dispostos, felizmente, mas não muito animados para topar qualquer parada.
Embarcamos em uma Land Rover Defender em direção ao norte da ilha e alcançamos a famosa Ruta Nacional nº 3 – estrada valorizada por seu percurso e pelas paisagens que se descortinam em seus 3060 km de extensão: de Buenos Aires à Terra do Fogo.

NOTA: Nossa BR-101 conta com aproximadamente 4.542 km. O quilômetro zero está em Touros, CE, e seu final está no Rio Grande do Sul (RS) em São José do Norte.

Aproximadamente a 22 km de Ushuaia, paramos em um centro invernal para esticarmos as pernas e tomarmos um café: O Valle Tierra Mayor. Continuar lendo PATAGÔNIA ARGENTINA – Ushuaia. Lagos: Escondido e Fagnano.