Arquivo da tag: COPACABANA

O Novo Boteco Belmonte em Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil.


Endereço: rua Domingos Ferreira, 242, esquina com rua Bolívar, em Copacabana.

*****

*****

INAUGURAÇÃO:

Às 19.00 horas do dia 23 de junho de 2015, nasceu o novo Boteco Belmonte de Copacabana, para felicidade dos Belmontenses, fiéis frequentadores do boteco que o seguem como se fosse um blog: podem não passar por lá todos os dias, mas não o perdem de vista.

Antonio Rodrigues, o proprietário do Boteco, brindou seus convidados com chopp bem gelado, refrigerantes, água e coquetéis especiais preparados sob a batuta de Zan Andrade, que hoje atravessou a rua especialmente para essa festa.
Para acompanhar, bolinhos de bacalhau, esfirras, pastéis de carne e de frango com catupiri, linguicinha calabresa em molho acebolado, carne seca desfiada … e outros petiscos dos quais não me recordo. Inauguração prá ninguém botar defeito, coquetéis e petiscos muito bem servidos.
Para não dizer que é tudo novo, as cadeiras estilo austríaco, em madeira maciça e vergada, são da antiga Casa – doce lembrança.
As paredes, antes verdes, estão forradas em painéis de madeira em acabamento rústico e o piso de ladrilhos hidráulicos foi substituído por pedras portuguesas.
Onde eram os banheiros agora estão a cozinha e o bar, lado a lado, e os toilettes foram transferidos para o sub-solo. Cadeirantes, idosos e pessoas com mobilidade limitada podem contar com elevador, recurso agora necessário.
No salão bem mais amplo, chama atenção um sofá espaçoso e confortável em forma de “U”, com capacidade para acomodar muitas pessoas. Feliz idéia.
A varanda continua, o ar condicionado funciona prá valer e alguns funcionários ainda me são familiares.
De parabéns seu proprietário, Antonio Rodrigues, de parabéns todos nós.

P.S.: Senti falta de uma peça decorativa do antigo Belmonte: o óleo de autoria de Nilton Bravo, conhecido pintor de botequins e padarias na década de 50 e 60.

*****

P1110746 (1024x768)
O novo Belmonte.

*****

P1110750 (1024x768)
Painel executado com garrafas verdes e copos.

*****

P1110760 (1024x768)
Caldinho de siri abriu os trabalhos. Delicioso.

*****

P1110764 (1024x768)
Linguicinha calabresa acebolada. A porção era muito maior do que aparece na foto.

*****

P1110765 (1024x768)
Pastéis recheadíssimos de carne e frango com catupiri.

*****

P1110768 (1024x768)

Porção generosa de esfirra. Supimpa!

*****

P1110773
O trio responsável pelos drinks especiais. Zan – El Born –  no centro, comandando a rapaziada.

*****

P1110775 (1024x768)
Noite movimentada na Bolívar. Essa turma não coube no salão.

*****

OBSERVAÇÃO: Casa nova, cardápio novo.  E além da nova ementa (menu), como dizem os portugueses, o proprietário Antonio Rodrigues aplicou no Belmonte o mesmo esquema bolado para o El Born – outra casa de sua propriedade quase em frente ao “Bel”: garçons passam bandejas extrapolantes de delícias pelo salão. Algumas vezes troco o almoço ou jantar pelos petiscos. Veja se não tenho razão: bolinhos de feijoada, de carne-seca com ou sem queijo Catupiri, bolinhos de bacalhau, espetinhos de filé mignon, caftas com um molho danado de bom com uma chuvinha de queijo parmezon, bolinho de camarão com gengibre e muitos outros. Pastéis: camarão com ou sem Catupiry, queijo, picanha. Caldinhos: feijão, siri com gengibre, e batata barôa com bacon. Melhor, impossível.

*****

img186

Rio de Janeiro – El Born.


Imagem Destacada: Interior do El Born.

Endereço: Rua Bolivar, 17, Copacabana, Rio de Janeiro-RJ
(21) 3496-1781 – Abre de Seg a Sex, das 17h às 2h. Sáb e dom, das 15h às 2h

Obs: clique duas vezes na luva para ver a imagem aumentada.

Finalzinho de 2012, em Copacabana, nasceu mais uma casa comandada pelo Midas Antonio Rodrigues (leia-se Boteco Belmonte): o EL BORN, especializado em petiscos com sotaque catalão, mais precisamente, barcelonés.

A casa com decoração descontraída e aconchegante ocupou o lugar do Espelunca Chic para deleite dos fãs das casas de Antonio que já o conhecem de outros Carnavais e apreciam qualidade.
Pelas paredes e cardápio original – na verdade, um álbum de fotografias -, o bairro El Born de Barcelona é bem lembrado.

Sugerir o melhor prato é difícil porque tudo é muito saboroso. É fechar os olhos e escorregar o dedo pelas páginas do cardápio; onde parar, pode pedir que não vai se arrepender.

Semanalmente bato ponto na Casa. E quando não estou no El Born estou do outro lado da rua, no Belmonte. Eu e “meu fiel escudeiro e companheirão de viagens” somos habitués de ambos.

Vez ou outra leio comentários na internet a respeito dos preços – acham um pouco elevados. Não concordo e quanto a isso digo com convicção de que tudo vale cada centavo gasto. As porções são honestas, generosas e primam pela qualidade; nada minguado e enganador. A prova de que tudo vale à pena está na clientela que abarrota as Casas de Antonio (seja dia útil ou não), para a felicidade geral da galera que gosta de comer bem em um ambiente onde só vai gente feliz. Gente mal humorada e que só reclama da vida não esquenta lugar no El Born.

O movimento maior vai de 5ª à sábado. Quem quiser saborear as famosas tapas, as divinas sangrias e os coquetéis mirabolantes que a rapaziada do bar prepara, tem que chegar cedo ou então corre o risco de ter que aguardar – na calçada ou no bar, bebericando drinks maravilhosos prá esquentar o tamborim. O El Born é concorrido; e esperar também não custa nada e vale muito à pena.

As tapas citadas acima são comidinhas de sabores variados que os garçons trazem em bandejas e oferecem no salão. Quem nunca as experimentou não sabe o que está perdendo: bolinhas crocantíssimas de queijo, bolinhos de carne-seca, de bacalhau, de presunto e de jiló. Pãezinhos de Monsieur Guérin (sim, senhor!) acompanham porções generosas de creme de gorgonzola, morangos e molho adocicado de morango, alquimia elaborada no próprio El Born; batatas bravas pequeninas e recheadas pacientemente com molho de tomate apimentado. Polvo à vinagrete; camarões VG grelhados com rodelinhas de polvo… enfim… são muitos petiscos e só mesmo indo lá para experimentar.

E o laboratório comandado pelo chefe de bar Zan Andrade? O movimento é tão grande que o mestre conta com o apoio de Aragão, e mais dois funcionários especializados no assunto. A turma não é fraca e a noite inteira ouve-se o chacoalhar da coqueteleira.

Dia desses experimentei um coquetel fantástico de seriguela criado por Zan – o “Born Martini” – e um frozen de tamarindo – delicioso.

Só tenho a lhes dizer que adoro o El Born e tenho imenso carinho por todos os meninos e meninas que trabalham lá.

Ah! Quase ia me esquecendo: não fazem reservas, ok?

DSCN0524 (1024x763)
El Born – Bar a Vinhos, Sangrias e Tapas.
DSCN0525 (1024x768)
Capacidade para 72 pessoas.
DSCN0488
Zan Andrade, chefe do bar em plena atuação.

DSCN0522 (800x600)

DSCN0478 (800x600)
Coquetel de Frutas vermelhas sem álcool: morangos, amoras… e uma pitada de segredo. Pura delícia.
DSCN0483
Ei-lo: Born Martini – seriguela como base.
DSCN0492 (1024x634)
Bolinhos de Carne Seca e de Jiló. Olé!
DSCN0495 (800x654)
Em primeiro plano: pasta de gorgonzola, morangos, e molho adocicado de morango em fatia de pão de M. Guérin. Em segundo plano: queijos, azeitonas e tomate seco em tempero especial.
DSCN0506 (800x723)
Camarões VG grelhados e polvo.
DSCN0515 (800x600)
Rua Bolivar, 17
DSCN0529 (800x600)
Do outro lado da calçada, mais um Belmonte.
P1110108 (586x800)
El Born também é cultura. No cardápio, fotos de prédios barceloneses e detalhes da arquitetura da cidade se intercalam com nomes de pratos. Idéia muito bem bolada.
P1110125 (800x600)
E para aqueles que não pretendem sair da dieta, aí vai uma sugestão.
DSCN0547 (1024x768)
E segundo plano, pãozinho com pimentão vermelho e bacon bem crocante. Ao lado da porção de picanha, nos espetinhos do primeiro plano, as batatinhas bravas.
P1110105 (800x600)
Uma das Tapas oferecidas é esta: Bacalhau, Grão de Bico e Torradinhas.
P1110106 (800x600)
Risotinho de Camarão com Rúcula.
P1110114 (800x600)
Bolinhos de Bacalhau: em cada porção, duas unidades.
P1110112
Suco de Abacaxi
P1110119 (800x600)
Salada de Bacalhau com Purê de Grão de Bico.
P1110124 (800x600)
Salada de Abacate Grelhado com Atum. Delicia…
P1110120 (800x600)
O Tiramisu é um dos melhores que já provei.
P1110132 (800x600)
Churros autênticos como os que saboreei em Barcelona e Madri.
DSCN0550 (768x1024)
E para finalizar, mais uma estrela da Casa: Frozen de Tamarindo com pitada de segredo.

*****

NOVIDADE!

Aproveitando o embalo das Olimpíadas o restaurante criou três novos pratos dos quais provamos e aprovamos dois: o Via Laietana e O Pla de Palau. O primeiro, meu amigo, é divino! e estamos torcendo para esses pratos continuarem no cardápio. Merecemos.

20160731_144031 (742x1024)
Foto Marilia Boos Gomes.

*****

Pla de Palau - Foto Marilia Boos Gomes.
Pla de Palau – Foto Marilia Boos Gomes.

*****

20160731_150227 (1024x562)
Via Laietana – Foto Marilia Boos Gomes.

*****

VAI VIAJAR ISTEPO MAIOR cópia