Arquivo da tag: Mucuripe

BRASIL. CEARÁ. Fortaleza: 50 Sabores – Uma Sorveteria Prá Ninguém Botar Defeito.


IMAGEM DESTACADA: Interior da 50 Sabores.

Não acreditei quando vi no Google Earth o lugar onde a Sorveteria 50 Sabores se instalou. Não acredita? Dê uma olhada nesta foto:

Aquela sorveteria de aparência simples – se bem me lembro também era na Praia de Mucuripe, mas lá para os lados do Mercado dos Peixes -, mudou. Mudou prá melhor e agora é superelegante. Ficou chique. Muuuiiito chique.
Foi em 2010 que lá estivemos e nos deparamos com uma parede que era puro nome de sorvete. Minha sobrinha, que não quis de dar ao trabalho de ler o painel, foi logo dizendo: – Ah!.. Me vê qualquer coisa. Acontece que havia um sabor chamado Qualquer Coisa e foi nessa jangada que ela embarcou surpresa.
Agora, oito anos depois, mais uma vez nos surpreendemos com a 50 Sabores, que continua primando pela qualidade e sabor dos sorvetes. Pelas fotos abaixo você saberá o porquê. Ah! E antes que me esqueça: fomos recebidos por senhores muito simpáticos, gentilíssimos, e elegantemente trajados em terno e gravata! impecáveis.
Estes senhores nos conduziram por todos os ambientes, explicando-nos o porquê da criação de cada um deles.

O belíssimo lustre chama atenção de quem passa a distância, na rua.

Os sabores dos sorvetes são anunciados em quadros presos na coluna e nas próprias vitrines.

Há sorvetes sem glúten, diet e ainda sem lactose. Há de se ter muita personalidade para experimentar apenas um! sabor.
Nesta parte da sorveteria, mesas e cadeiras confortáveis foram colocadas junto à parede de vidro. Neste ambiente o cliente poderá desfrutar da paisagem enquanto saboreia seu sorvete – muito bem servido, por sinal.

Ao fundo, em frente ao lustre, está a porta principal e o acesso à cafeteria e aos ambientes mais intimistas, incluindo uma sala decorada com quadros a óleo e uma estante onde vários livros se destacam – idéia sensacional!

Funcionários simpáticos e muito educados foram escolhidos criteriosamente pela administração – tratamento vip para todos que chegam.

Decoração refinada à disposição de quem deseja bater um papo em ambiente tranquilo.

Sofisticação no lavabos e na sala à disposição de familiares.

A decoração do corredor dos banheiros não é menos elegante que a dos demais ambientes.

No banheiro masculino o destaque é a foto do inesquecível Elvis Presley, cujas roupas e cortes de cabelo sempre chamaram atenção e influenciaram a rapaziada da época.
Lembro-me perfeitamente dos jovens que se vestiam à “moda Elvis”. Mas não parava por aí – muitos rapazes tornaram-se bons guitarristas, influenciados pelo artista.  Aliás, tudo que se referia à vida do cantor foi acompanhado por seus fãs.
Nesta foto antiga, Elvis usa um penteado super moderno para a época. Quem diria que nestas mesmas ondas, os jovens de hoje estariam surfando? Basta prestarmos atenção nas cabeças das duplas sertanejas: topetes não faltam.

O banheiro feminino é indicado pela sensualíssima, graciosa, icônica e também inesquecível Marilyn Monroe – um dos maiores símbolos sexuais do século XX. Em 1959 estrelou um dos filmes mais famosos de Holywood: Quanto Mais Quente Melhor, em companhia de Tony Curtis e Jack Lemmon. Sou sua fã incondicional – saudosa Marilyn…

Em meu modesto entender esta sorveteria é atração da cidade. Há muitas lojas espalhadas por Fortaleza, mas essa é especial. Aprecie-a sem moderação!


“Sabe aquele pote de feijão que você achou que era sorvete? O amor é mais ou menos isso”. (Soulstripper)


BRASIL. CEARÁ. Fortaleza: Armazém dos Sabores – Imperdível!


IMAGEM DESTACADA: Visão parcial do Armazém dos Sabores.

Fomos ao armazém 3 vezes. A recepção simpática e acolhedora das proprietárias e dos funcionários nos cativou de imediato.
Quando vimos a variedade do self-service e o conteúdo das vitrines, mais encantados ficamos com o Armazém.

Também, pudera! Vejam a variedade de pães, torradinhas, biscoitos doces e salgados, bolos de diversos sabores, tortas, roscas, rocambole… Tudo no buffet é fresco e elaborado com esmero.

Essa mesa água a boca só em olhá-la. Nos rechauds fumegavam sopas, arroz, feijão, carnes e outras delícias, bem aquecidos graças ao calor de resistências infalíveis. Era tanta comida que não sabíamos por onde começar.

O divinal Armazém dos Sabores ainda oferece um mini mercado com uma variedade incrível de biscoitinhos, sucos, geléias, doces, iogurtes, refrigerantes, águas minerais, frutas secas e oleaginosas, leites, frios, farinhas prá viagem.

Biscoitos de ingredientes naturais, adoçantes, molhos, azeites, cereais e sorvetes. Até livros estão à disposição dos clientes.

O Armazém dos Sabores bate um bolão! Recomendo sem restrições.

" Se ao escalar uma montanha na direção de uma estrela, o viajante se deixa absorver demasiado pelos problemas da escalada, arrisca-se a esquecer qual é a estrela que o guia." (Antoine de Saint-Exupéry)

 

BRASIL. CEARÁ, CE – ROTA DAS EMOÇÕES – 10º DIA: Onde Não Se Hospedar em Fortaleza.


IMAGEM DESTACADA: A FACHADA ENGANADORA – instalações que deviam ser condenadas! pela Saúde Pública.

NOSSO ROTEIRO
10º Dia na Rota: De Jericoacoara a Fortaleza.

Na saída da Vila tivemos a sorte de passar por um ninho de caburés. Como era de se esperar, os filhotes estavam devidamente protegidos pela melhor das sentinelas: a mãe. Cena mais fofa na qual nos demoramos por alguns segundos. Foi uma bela despedida de Jeri.

Em Fortaleza, Paulo (Off-Road Jeri ) nos deixou na porta de um dos piores hotéis (?) por onde já passei na vida.
Nem vou me estender em considerações, porque as fotos mostram fielmente o estado repugnante do quarto bem melhor do que qualquer argumento.
No primeiro apartamento que nos foi designado, a única coisa que se aproveitava era a vista:

A fachada engana. E muito! Recepção e corredores estão em condições habitáveis e é só.

Porém, os quartos…
A primeira surpresa: o quit de banho em cima da cama, com preço!

O primeiro quarto que nos destinaram era um horror! A madeira podre que servia de porta do banheiro estava quebrada e por isso não fechava.
Solicitamos outro quarto e nos ofereceram esse que você vê nas fotos, no primeiro andar. Não soubemos dizer qual o pior.


Neste, a janela tinha a fechadura quebrada, o ar condicionado quebrado e sem o controle! Todas as vezes que a vítima desta pocilga quisesse alterar a temperatura, tinha que chamar alguém da recepção para levar o controle até seu quarto nojento.

Nem a imagem da TV presta!

Paredes imundas, quebradas e com infiltrações.


Lixeira sem tampa… Vaso sanitário com acabamento de plástico flexível, vagabundo demais, estava sem um parafuso de ajuste.

REJUNTES IMUNDOS!
BANHEIRO NOJENTO!


Portas e alisares podres!


Quem pode confiar em uma tomada dessas?


Nada no frigobar, a não ser a água que compramos.


Café da manhã bom – total contraste com o deplorável estado de conservação dos quartos e banheiros. Foi o que escapou além da vista do primeiro quarto que nos destinaram.

Para encerrar o alerta, observem o horário de encerramento da diária: 11.59 horas. Só pode ser piada!!! Passou desse limite, istepô, vai pagar outra diária.

Isto significa, mô-quirido, que antes de você entrar neste quarto repugnante, acerte seu relógio. Caso contrário…, amargará o valor de outra diária.

O acabamento da caixa d’água que chamam de piscina.
Decomposição do que anunciam como “hotel”.
Como o elevador demora séculos para fechar a porta, daí, para o veículo não ser importunado, a solução foi retirar o botão acelerador de fechamento de portas.

NOTA: Os hóspedes sobreviventes a tanta insalubridade é que deveriam ser indenizados pelo Samburá Praia, por terem sido expostos a ambientes excessivamente contaminados por fungos e bactérias.

Onde estão os ÓRGÃOS OFICIAIS do TURISMO, que admitem uma biboca patógena como essa a funcionar como hotel?

*****

 

 

 

 

Fortaleza – Crocobeach


Imagem Destacada: Entardecer na Praia do Meirelles.

Obs: clique duas vezes na luva para ver a imagem aumentada.

As indicações para que conhecêssemos a  melhor “barraca” da Praia do Futuro – Crocobeach – foram as melhores possíveis ao comentar que estaríamos viajando dia 16 de agosto para Fortaleza.

O que desconhecíamos era que a tal indicação tratava-se de um “clube”, longe, muito longe de ser o que imaginávamos, acostumados com o que temos aqui do Rio de Janeiro.

Na verdade, o que chamamos de “barraca” tanto serve para definir aquelas que fincamos na areia para nos proteger do Sol, quanto as que a Prefeitura autoriza, de modelo próprio, para servir de ponto de aluguel de cadeiras de praia, bebidas, biscoitos etc. Continuar lendo Fortaleza – Crocobeach