FRANÇA . PROVENCE . Carrières de Lumière – BAUX DE PROVENCE. Espetáculo Imperdível Em Mina De Bauxita Desativada.


IMAGEM DESTACADA: Óleo sobre tela de Pierre-Auguste Renoir ( 1876) intitulada O Baile no Moulin de la Galette. Obra Impressionista medindo 75.5 x 99.  Acervo Museu d’Orsay . NB: Saindo do Château d’Estoublon trafegue pela A-54. Nesta estrada há pedágios! Estradas com a designação da letra “A“cobram pedágios por serem de tráfego mais rápido.

FRANÇA . PROVENCE . FONTVIELLE . Chateau d’Estoublond – História de Sucesso às Custas de Muito Trabalho.


IMAGEM DESTACADA: FACHADA DO CASTELO. https://www.jscache.com/wejs?wtype=socialButtonIcon&uniq=295&locationId=187256&color=green&size=rect&lang=pt&display_version=2 Horário: segunda-feira Fechado terça-feira 10:00–13:00, 14:00–18:00 quarta-feira 10:00–13:00, 14:00–18:00 quinta-feira 10:00–13:00, 14:00–18:00 sexta-feira 10:00–13:00, 14:00–18:00 sábado 10:00–13:00, 14:00–18:00 domingo Fechado UM POUCO DE SUA INTERESSANTE HISTÓRIA Saímos de Saint-Rémy-de-Provence rumo ao castelo cuja história remonta à Idade Média, século XV, até então batizado como “Grand Mas“. No século XVIII … Continuar lendo FRANÇA . PROVENCE . FONTVIELLE . Chateau d’Estoublond – História de Sucesso às Custas de Muito Trabalho.

FRANÇA . SAINT-RÉMY DE PROVENCE . O Que Há Para Ver Na Cidade Onde Nasceu Nostradamus.


IMAGEM EM DESTAQUE: Centro Antigo de Saint-Rémy. Dia seguinte ao de nossa chegada a Aix, 03 de junho de 2013, partimos em carro para Saint-Rémy-de-Provence em companhia de nossa estimada guia, amiga e motorista Leonor, cumprindo o roteiro traçado com engenho e arte por Anaté Merger. Cheios de entusiasmo! Nosso portal na Provence foi Aix. Apaixonamo-nos pelos cenários campesinos … Continuar lendo FRANÇA . SAINT-RÉMY DE PROVENCE . O Que Há Para Ver Na Cidade Onde Nasceu Nostradamus.

FRANÇA, Saint-Rémy-de-Provence: Saint Paul de Mausole/Vincent Willen Van Gogh


IMAGEM DESTACADA: Casa de Saúde de São Paulo de Mausole, vista do quintal. UM POUCO de HISTÓRIA Aos pés dos Alpilles e ao lado das ruínas romanas de Glanun havia, desde o ano 1.000 aproximadamente, um monastério de diferentes congregações de religiosos.