Arquivo da tag: Igreja N. S. das Necessidades

TOCA de SANTO ANTONIO, Florianópolis, SC – Santo Antonio de Lisboa.


Como chegar a Santo Antonio de Lisboa: acesse a SC-401, rodovia que o levará ao Norte da Ilha a partir do viaduto da Avenida da Saudade, continuação da Beira-Mar Norte. Para explicações mais detalhadas clique aqui.

A Casa inaugurada em 2015 e de decoração atraente fica em um bairro típico açoriano chamado Santo Antonio de Lisboa , e devido a isso mudaram seu nome para TOCA DE SANTO ANTONIO.

Nada mais justo. O bairro merece e o Santo também. Afinal, a TOCA DE JURERÊ fica em Jurerê!… Portanto, a Santo Antonio de Lisboa o que é de Santo Antonio e tá encerrada a questão.

De atendimento muito atencioso e simpático, o restaurante conta com espaços para todos os gostos: mezanino, externo e interno bem refrigerado. A Toca de Jurerê possui amplas instalações, é bem decorado e aluga seus espaços para comemorações. O cardápio é variado e as porções generosas. Gostamos de tudo, inclusive da localização. Ah! E amplo estacionamento ao lado – o que facilita bastante, principalmente em dias de chuva.

Continuar lendo TOCA de SANTO ANTONIO, Florianópolis, SC – Santo Antonio de Lisboa.

BRASIL – Santo Antonio de Lisboa, Florianópolis, SC.


FOTO EM DESTAQUE: Centrinho em Sto Antonio de Lisboa. Dispensa qualquer comentário.

Mudança de rumo: o Sul da Ilha de Santa Catarina (Campeche, Armação do Pântano do Sul, Pântano do Sul, Ribeirão da Ilha e Caieira da Barra do Sul) ficou para trás e agora estamos no Norte, mais precisamente em Santo Antonio de Lisboa, outro ponto de colonização da ilha catarinense pelos açorianos.

Localização: Noroeste da Ilha de Florianópolis, a 12 km do Centro da cidade pela SC-401 em direção ao Norte da Ilha.

Como Chegar: Do Centro de Florianópolis siga pela Avenida Beira-Mar Norte. Concentre-se em três pontos de referência que você encontrará bem mais adiante após passar por baixo da Ponto Hercílio Luz: o Prédio da Polícia Federal – não há como passar despercebido -, o supermercado Angeloni – também chama bastante atenção – e o Teatro do SIC, um pouco recuado e muito próximo ao viaduto que você terá que subir. Para quem não conhece, não me importo com chover no molhado: neste sentido de tráfego todas essas edificações estão à direita porque à esquerda está o mar.

Procure trafegar neste lado da pista do meio, porque logo após passar o supermercado você verá placas indicativas para o Norte da Ilha (Daniela, Jurerê, Canasvieiras, Ingleses e Costão do Santinho).

Para alcançar a SC-401, suba o viaduto. Ao descê-lo você já estará na Avenida da Saudade, uma das pontas da SC-401. Como esta avenida não é extensa, vá ganhando sua esquerda porque no final, em frente ao cemitério, é isso que você terá que fazer: esquerda, vol-ver! Siga em frente até encontrar indicações para Santo Antonio de Lisboa. Fácil assim. Você passará por um Shopping chamado Floripa Shopping (excelente), pelo prédio da redação do Diário Catarinense, pelo Centro Administrativo, pela entrada de quem vai para o Cacupé, outro bairro em frente ao mar. Passe por tudo isso e continue a seguir em frente, sem medo de ser feliz.

Imagem_GoogleEarth
Final da Avenida da Saudade, início da SC-401. Imagem Google Earth.

Um parêntesis: no final de Avenida da Saudade, virando à direita, você alcançará a Lagoa da Conceição, a Praia Mole, a Praia da Joaquina, a Barra da Lagoa. Antes de chegar à Lagoa você verá placas indicativas para o sul da ilha (Campeche, Armação, Ribeirão etc.), mas essa já é outra história que ficará pra mais tarde.

Santo Antonio de Lisboa é um bairro de personalidade semelhante ao Ribeirão da Ilha por conta de sua origem e quem resume a História do bairro  é  o Guia Floripa (clique aqui).

*************************

A Freguesia de Santo Antonio de Lisboa, batizada com o nome de Nossa Senhora das Necessidades da Praia Comprida, inclui os bairros de Sambaqui, Barra do Sambaqui e Cacupé.
Tal qual a Freguesia do Ribeirão da Ilha, estes bairros, berços da colonização de Santa Catarina pelos açorianos, ainda conservam seu bucolismo, não se deixando abalar sequer pelo  movimento nervoso na época da alta temporada. Bairros tradicionais como os citados acima atraem turistas o ano inteiro por conta de sua originalidade, artesanato, praia, e, sobretudo, gastronomia.
Fora da temporada a tranquilidade de Sto Antonio é um convite ao relaxamento. E para entrarmos neste clima, basta olharmos os barcos ancorados. Quase não se mexem; flutuam como que adormecidos, embalados pelo movimento suave do mar. E em conjunto com o casario muito bem conservado do século XVIII, formam o postal perfeito.
Mais uma vez tive dificuldade em separar fotos para postar. Santo Antonio é um lugar tão lindo, que acabei extrapolando e saquei mais fotos do que devia, pensando em lhes mostrar o máximo. Assim sendo, não me deixarei furtar desse prazer.
E vocês não sabem: hoje, 06 de junho de 2015, acabo de descobrir no Facebook o Heverson Santos, um baita fotógrafo prá inglês nenhum botar defeito. E como sou apaixonada por foto, pensei: – Mais uma, menos uma, não vai fazer tanta diferença assim. Ledo engano.
Heverson clicou o fim de tarde em Santo Antonio de Lisboa no dia de hoje. Um momento registrado por sua máquina em uma fração de segundos, que nunca mais voltará. Essa é a magia das fotos: um momento único que apenas seus olhos viram. Mesmo porque, se alguém estiver a seu lado, o ângulo será diferente e a foto será outra. Portanto, chega de papo e deleitem-se com a foto do HEVERSON SANTOS, a quem agradeço penhorada pelas atenção e gentileza.
 *****
SANTO ANTONO DE LISBOA POR HEVERSON SANTOS.
“Fim do dia em Santo Antonio de Lisboa” Por HEVERSON SANTOS em 06/6/2015.

 *****

DSCN0989 (1024x766)
Os açorianos sabiam escolher lugar aonde morar. E como sabiam!
 *****
DSCN0990 (1024x768)
Centro de Santo Antonio de Lisboa. Ao fundo, o continente.

*****

DSCN0991 (1024x763)
Praia de Santo Antonio.

*****

DSCN0993 (1024x768)
Isso é que é vadiar!

*****

DSCN1003 (1024x768)
Santo Antonio de Lisboa

*****

DSCN1004 (1024x768)
… e precisa de legenda?

*****

DSCN1008 (1024x768)
Ao fundo o Morro da Cruz que “escalei” quando criança junto com minhas primas. A dificuldade maior foi descer.

*****

DSCN1009 (1024x768)
Santo Antonio de Lisboa ou de Florianópolis, não importa, o bairro é lindo.
*****
DSCN1011 (1024x768)
 *****
DSCN1013 (1024x768)
*****
DSCN1014 (1024x765)
 *****
DSCN1015 (1024x763)
Santo Antonio dispensa definições. O importante é sentí-lo.

*****

DSCN1016 (1024x768)
 *****
VAI VIAJAR ISTEPO MAIOR cópia
*****

Santo Antonio de Lisboa – Igreja N.S. das Necessidades. Florianópolis, SC.


Imagem Destacada: Praia de Santo Antonio.

Localização: Noroeste da Ilha de Florianópolis, a 12 km do Centro da cidade pela SC-401 em direção ao Norte da Ilha.

*****

*****

A Freguesia de Santo Antonio de Lisboa, batizada com o nome de Nossa Senhora das Necessidades da Praia Comprida, inclui os bairros de Sambaqui, Barra do Sambaqui e Cacupé.
Tal qual a Freguesia do Ribeirão da Ilha, estes bairros, berços da colonização de Santa Catarina pelos açorianos, ainda conservam seu bucolismo, não se deixando abalar sequer pelo  movimento nervoso na época da alta temporada.
Bairros tradicionais como os citados acima atraem turistas o ano inteiro por conta de sua originalidade, artesanato, praia e, sobretudo, gastronomia.
Fora da temporada a tranquilidade de Sto Antonio é um convite ao relaxamento. E para entrarmos neste clima, basta olharmos os barcos – quase não se mexem. Flutuam como que adormecidos, embalados pelo movimento suave do mar. E em conjunto com o casario muito bem conservado do século XVIII, formam o postal perfeito.
Aos poucos, bons restaurantes foram chegando – e a proximidade das fazendas marinhas propiciaram essa evolução – e hoje estes bairros são considerados polos gastronômicos da ilha.
Quem não aprecia saborear um bom prato de frutos do mar, sentado à beira-mar? Pois é o que acontece em Santo Antonio de Lisboa no Verão. Acontece, que na alta temporada não adianta chorar porque estacionar o carro no Centrinho é questão de sorte e a coisa está cada vez pior.
Em dezembro de 2015 fui passar Fim de Ano com a família, mas não pude circular. O trânsito estava insuportável, nunca vi nada igual. Que me perdoem os irmãos, mas Floripa agora só quando o período escolar começa. Do contrário, há de se ter muita paciência para enfrentar o trânsito e não tenho mais idade prá isso.
A parte cultural do bairro é destaque, principalmente na época do Carnaval. O Clube Avante, o Bloco Baiacu de Alguém (adoro esse nome) e as associações do bairro são responsáveis pela memória das festas religiosas, do artesanato – principalmente renda e cerâmica -, da culinária manezinha e do folclore.
Três sites contam a História do lugar: clique aqui e aqui. E aqui também.
Florianópolis - Dez 2014 (109) (1024x768)
Sto Antonio de Lisboa. Ao fundo, a Igreja de N. S. das Necessidades.

 

Florianópolis - Dez 2014 (119) (1024x768)
A chegada ao Centrinho de Santo Antonio dá-se pela avenida à direita.

 

031 (800x595)
O mesmo local, um ano antes.

 

Florianópolis - Dez 2014 (123) (1024x789)
Praia de Santo Antonio.

 

036 (800x600)
Praia de Santo Antonio próximo ao Cantinho da Ostra.

 

Florianópolis - Dez 2014 (121) (800x756)
Feirinha de artesanatos no Centrinho de Santo Antonio.

 

Florianópolis - Dez 2014 (122) (800x600)
Feirinha de artesanatos vista da praia.

 

034 (800x600)
Rua da feira de artesanato.

 

030 (800x708)
Rua da feirinha de artesanato. Dia útil.

 

033 (800x600)
Uma parte desta rua preserva o calçamento original – pé de moleque.

 

Florianópolis - Dez 2014 (124) (600x800)
Painel indicativo do comércio existente no quarteirão.

 

Florianópolis - Dez 2014 (120) (1024x763)

Florianópolis - Dez 2014 (128)
Igreja de N. S. das Necessidades. A simplicidade de sua fachada contrasta com a riqueza artística de seu interior.

 

Florianópolis - Dez 2014 (93) (800x600)
Entrada lateral da Igreja N. S. das Necessidades.

 

029 (800x597)
Centrinho de Santo Antonio. À direita, ainda a delegacia. Um ano após tornou-se casa de artesanato.

 

Florianópolis - Dez 2014 (94) (800x598)
O cemitério bem no Centro de Santo Antonio e ao lado da igreja tal qual vemos em pequenas cidades do interior.

 

Florianópolis - Dez 2014 (96) (737x1024)
Da igreja, a vista de Sto Antonio é um belo postal.

 

Florianópolis - Dez 2014 (105)
Cronologia das Histórias do Distrito e da Igreja.

 

Florianópolis - Dez 2014 (97)
No altar-mor imagens de Sto Antonio e de N. S. das Necessidades. Foto tomada de dia.

 

A fachada da igreja é simples, em contraste com seu interior. O rico trabalho de entalhamento é característico do período de transição entre o barroco e o rococó.
Historiadores indicam o início de sua construção em 1750 e o término em 1756.

008 (1280x957)
Foto tomada à noite.

 

009 (600x800)
À noite a iluminação da igreja impacta. Parece que tudo ganha mais destaque.

 

010 (600x800)
Igreja N.S. das Necessidades.

 

Florianópolis - Dez 2014 (100) (759x1024)
Imagem da santa que deu nome à antiga Freguesia.

 

Florianópolis - Dez 2014 (101) (768x1024)
A imagem de Santo Antonio é em homenagem ao padroeiro de Lisboa.

 

Florianópolis - Dez 2014 (102) (1024x768)
Altar lateral à direita.

 

Florianópolis - Dez 2014 (103) (763x1024)
São Miguel Arcanjo no altar à esquerda.

 

Florianópolis - Dez 2014 (106) (768x1024)
Pia Batismal.

 

Florianópolis - Dez 2014 (107) (757x1024)
Porta principal da igreja.

 

011 (595x800)
Porta Lateral Direita. Entardecer.

 

img186 (2)